5 melhores filmes de ação da Netflix em 2021 até agora

5 melhores filmes de ação da Netflix em 2021 até agora
Reprodução

A Netflix lança filmes de ação com frequência — está entre os preferidos dos usuários —, mas muitas novidades do catálogo acabam decepcionando os fãs. Para os espectadores que gostam do gênero e querem saber quais longas são realmente bons, analisamos os títulos disponíveis no serviço de streaming e reuniu em uma lista os cinco melhores lançados em 2021 no Brasil, até agora.

Todas as produções listadas foram bem avaliadas pelo público e pela crítica. Na lista, “Amor e Monstros” (2021), de Michael Matthews; “Major Grom Contra o Dr. Peste”, Oleg Trofim; “New Gods: Nezha Reborn”, Evonne Zhao; “Nova Ordem Espacial”, Jo Sung-hee; e “Samurai X: O Final”, dirigido por Keishi Ohtomo. Os títulos estão elencados em ordem alfabética.

Após monstros gigantes assumirem o controle da terra, os humanos sobreviventes passaram a viver em colônias no subsolo. Sete anos depois do apocalipse, Joel Dawson consegue entrar em contato com Aimee, sua namorada da época da escola, via rádio. A colônia de Aimee está a alguns quilômetros de distância e Joel resolve voltar à superfície para reencontrá-la, apesar de todos os perigos e monstros que o aguardam no caminho.

Em São Petersburgo, o major da polícia Igor Grom é honesto, determinado e extremamente eficaz na luta contra o crime. No entanto, às vezes o sistema funciona mal e vilões notórios saem impunes. Até que o Doutor Peste, um vigilante de capa e máscara, surge incendiando impiedosamente, e com transmissão online, criminosos milionários que conseguem se livrar do rigor da justiça com ajuda de status e dinheiro. O caos se instala na cidade, enquanto a fama de “Robin Hood” de Doutor Peste cresce. Igor tenta capturar o vigilante, mas este caso é claramente o mais desafiador de sua carreira.

Li Yunxiang é um jovem que ganha a vida fazendo entregas de moto e disputando corridas clandestinas. Em um dos desafios, ele é derrotado pelo arrogante Ao Bing, que toma sua moto e ameaça sua pequena irmã. A raiva profunda de Yunxiang se transforma em uma explosão de fogo e ele descobre que é a reencarnação de Nezha, um deus rebelde e violento. Agora, Yunxiang precisa encontrar uma forma de usar seu poder para lutar contra inimigos milenares.

Planeta Terra, 2092. A humanidade tenta resistir num mundo inóspito e quase mortífero, em que o ar é rarefeito e o solo praticamente infértil. Água, muito pouca. Quem tem dinheiro sobrevive com alguma facilidade num território administrado pelo megaempresário James Sullivan, vivido pelo ator Richard Armitage, da trilogia “O Hobbit”, cujas ambições não têm limites. Sullivan planeja levar seus inquilinos a Marte, tornado habitável graças à introdução de uma “superárvore”. Aos demais, os pobres (quase todo o contingente mundial), sobram duas alternativas: a miséria absoluta num ambiente imundo ou trabalhar por uma ninharia nas bases espaciais ou como varredores do espaço, responsáveis por recolher as toneladas de detritos lançados por naves e satélites, uma espécie de catadores de lata hi-tech.

Em 1879, após a Restauração Meiji, Kenhsin tenta seguir uma vida pacífica, mas sua reputação de assassino parece segui-lo como uma sombra. Kamiya, sua esposa, dirige um dojo de artes marciais que havia herdado de seu pai. Os planos de Kenshin saem dos trilhos quando Enishi Yukishiro, um gângster de cabelos grisalhos que aprendeu a ser um criminoso em Xangai, volta ao Japão para se vingar. Na adolescência, Enishi testemunhou Kenshin matar sua irmã, Tomoe.

LEIA TAMBÉM:

Liminar derruba planos para disseminação da Ideologia de Gênero pela PBH

Descubra o segredo para melhorar sua postura

Coluna Alma Alvinegra: A força de Hulk contra os baianos

A saúde mental merece atenção especial em Tóquio

Entendendo os saltos de desenvolvimento

Como fazer a leitura de rótulos de alimentos e a importância disto para uma alimentação saudável

Saiba as indicações de uso das lentes gelatinosas multifocais, uma alternativa segura e confortável

Coluna Squadra Celeste: Pede pra sair