A nova MXF 250 TS traz novidades na linha 2021

Som do coração: O inconfundível ruído do motor de dois tempos que acompanha a nova MXF 250 TS

A nova MXF 250 TS traz novidades na linha 2021
Divulgação
A nova MXF 250 TS traz novidades na linha 2021
A nova MXF 250 TS traz novidades na linha 2021
A nova MXF 250 TS traz novidades na linha 2021
A nova MXF 250 TS traz novidades na linha 2021
redutea
banner redutea
banner redutea

Um motor é chamado de dois tempos porque executa em apenas um movimento, para cima e para baixo do pistão, o ciclo completo de admissão, compressão, combustão e exaustão. O formato produz mais potência e tem uma entrega mais instantânea, além de uma sonorização característica. É exatamente por essas razões que os motores de dois tempos registram longa história e grandes “cases” de sucesso, em diferentes tipos de motocicletas. Esse ano se completam os cento e quarenta anos do lançamento do primeiro motor comercial de dois tempos da história, criado pelo engenheiro escocês Dugald Clerk e patenteado em 1881. Depois de gerar vários clássicos do universo das duas rodas, a tecnologia para motores de dois tempos continua a ser desenvolvida por algumas marcas, como a curitibana MXF Motors do Brasil, que em 2018 lançou o seu primeiro modelo de 250 cilindradas com a motorização: a 250 TS. Indicada para uso em trilhas off-road e competições esportivas, como o Enduro FIM, de Regularidade e Hard Enduro, o projeto foi desenvolvido com parceiros comerciais de países como Estados Unidos, Austrália e Rússia. Agora, a fabricante lança este mês a linha 2021 da 250 TS.

VOCÊ SABIA: O simples fato de empurrar a sua moto em vias públicas já constitui infração de trânsito?

O lançamento da montadora de motos off-road paranaense mantém como grande vantagem sua simplicidade construtiva. O motor de dois tempos de 224 centímetros cúbicos refrigerado a água e válvula eletrônica controlada por CDI, tem menos peças móveis, o que se traduz em respostas e aumento de giro mais rápidos, garantindo alta potência. E, claro, tem o indefectível ruído do motor de dois tempos. Com partida elétrica e por pedal, a versão 2021 chega com melhorias entre seus componentes e acessórios. Entre as atualizações estão novas curva e ponteira do escape e novos conjunto de suspensões, protetor de bengalas BMS Full Racing, pinhão com onze dentes, CDI e servo motor. O tanque tem maior capacidade (8 litros) e traz mais autonomia. Farol em leds, válvula de escape eletrônica, painel digital multifunção, ventilador de radiador com termostato, reservatório de expansão do líquido de arrefecimento, protetor de motor e link integrado são itens que vêm de fábrica na MXF 250 TS.

A linha 2021 da 250 TS traz outras novidades. Uma nova flange na admissão busca otimizar a admissão da mistura conferindo melhor torque e desempenho. O protetor de bengala BMS Full Racing – lançamento exclusivo MXF Motors – reforça a proteção para as suspensões dianteiras, mesmo nas situações mais difíceis. As suspensões foram totalmente reformuladas e contam com nova genética de laminação, trabalho de redução de atrito interno, novo ajuste de pré-carga da mola e novos retentores, bronzinas internas, mola traseira, dutos internos, o-rings internos, by-pass nas válvulas dianteiras e traseiras para melhor performance nos terrenos brasileiros. Os freios dianteiro e traseiro são hidráulicos, com pistão duplo e discos ventilados (260 e 220 milímetros, respectivamente).

AS MELHORES OFERTAS DE MOTOS VOCÊ ENCONTRA NO JORNAL BALCÃO! 

Com quadro em aço cromo molibdênio de alta resistência, a 250 TS tem 2,18 metros de comprimento, 83 centímetros de largura e 1,30 metro de altura, com entre-eixos de 1,49 metro e altura do assento de 94 centímetros. O peso seco é de 111 quilos e a capacidade de carga é de 150 quilos. O preço sugerido para a nova MXF 250 TS é de R$ 31.500, e o modelo já pode ser encontrado nas revendas da marca espalhadas pelo país.

por Edmundo Dantas
AutoMotrix

VEJA TAMBÉM

Dicas para se pilotar uma motocicleta em condições climáticas adversas

Só Marcas Auto Shopping é o novo mega empreendimento na cidade de Contagem

Versão 1.0 turbo LT é a mais acessível com câmbio automático do Chevrolet Tracker

Na versão “top” Griffe do Peugeot 208, a modernidade do estilo e as tecnologias contrastam com o motor 1.6 16V Flex