Além do fator idade, degeneração macular é mais incidente em pessoas de olhos claros

Dr. Aquiles Gontijo, oftalmologista do Instituto de Olhos Minas Gerais e da Santa Casa BH, especialista em retina cirúrgica, catarata e uveíte

Além do fator idade, degeneração macular é mais incidente em pessoas de olhos claros

Por Dr. Aquiles Gontijo

Uma das principais causas de cegueira não reversível no mundo, a degeneração macular relacionada à idade (DMRI) ocorre em razão de um processo natural de envelhecimento dos olhos, sendo mais comum em pacientes acima de 60 anos. Com o tempo, o indivíduo percebe uma diminuição da visão central, porque a condição provoca uma lesão na área central da retina, chamada de mácula, que afeta as células responsáveis por captarem a luz, conhecidas como fotorreceptores.

Junto à idade, os principais fatores de risco são genética, obesidade, alimentação, estilo de vida, excesso de exposição à radiação solar e infecções oculares. Há ainda uma associação entre a DRMI e agentes ambientais, como pesticidas e toxinas. Todos esses fatores produzem um aumento de radicais livres e estresse oxidativo da retina. Sendo assim, é importante adotar uma alimentação equilibrada, evitar dietas hiperglicêmicas e uso abusivo de álcool, não fumar, pois o cigarro aumenta em até sete vezes o risco de desenvolver a doença, evitar a exposição prolongada ao sol e usar óculos solar. 

Um dado curioso é que nos estudos mais atuais foi detectada uma maior incidência de distrofias maculares em quem tem os olhos e a pele claros. Isso não significa que todas as pessoas com essa característica irão desenvolver uma distrofia, mas sugere que têm uma chance maior de carregar as alterações genéticas que levam à DMRI.

Infelizmente não há cura para a degeneração macular relacionada à idade, porém é possível preveni-la ou controlar seu avanço com antioxidantes, como ômega 3, luteína, zeaxantina e uma alimentação saudável. Nos casos em que a condição causa inchaço na retina, pode-se realizar um tratamento com anti-VEGF, uma medicação aplicada de forma intraocular.