Aos 33, Sergio Agüero anuncia aposentadoria por problemas cardíacos

Atacante argentino teve problema detectado em outubro, quando sentiu um desconforto no peito durante uma partida contra o Alavés

Aos 33, Sergio Agüero anuncia aposentadoria por problemas cardíacos

O atacante argentino Sergio Agüero, do Barcelona, anunciou nesta quarta-feira (15/12) sua aposentadoria. O jogador está deixando os gramados por conta de um problema cardíaco detectado no fim de outubro, após sentir um desconforto no peito durante uma partida. Emocionado, o argentino concedeu uma coletiva de imprensa no Camp Nou explicando a sua decisão.

Estiveram presentes durante o anúncio o presidente do Barceloa, Joan Laporta, além de todo o elenco da equipe, além de Pep Guardiola, técnico do Manchester City e outros jogadores da equipe inglesa onde Agüero se tornou um dos maiores ídolos.

Aos 33 anos, o atacante anunciou sua aposentadoria por conta de um problema de arritmia cardíaca detectada após o jogador sentir um desconforto durante uma partida contra o Alavés, pelo Campeonato Espanhol. Aguëro passou por exames e o problema foi identificado.

Emocionado, o jogador falou sobre a decisão. “Essa coletiva é para comunicar que estou parando de jogar futebol profissional. São momentos muito difíceis, mas ainda estou muito feliz com a decisão que tomei. Em primeiro lugar está a minha saúde por causa do problema que tive há um mês”, contou o jogador em lágrimas.

Ele revelou que tomou a decisão há 10 dias, e que fez de tudo para ver se havia alguma forma de contornar o problema e seguir jogando futebol.

Sergio Agüero foi revelado pelo Independiente, da Argentina. Em 2006 foi transferido para o Atlético de Madrid e em 2011 desembarcou na Inglaterra, onde atuou pelo Manchester City. Pelo clube inglês, Aguëro fez história. Em 390 jogos pelos Citizens, marcou 260 gols se tornando o maior goleador da história da equipe. No início deste ano foi transferido para o Barcelona onde atuou apenas por 5 partidas e marcou apenas 1 gol, na derrota para o Real Madrid.

Compadre e amigo íntimo de Lionel Messi, Sergio fez mais de 100 jogos pela Seleção Argentina, onde conquistou a medalha de ouro em 2008 e a Copa América deste ano.

Fonte: Metrópoles.