Artesanato

Coluna Estrada Real

Artesanato
Artesanato Tiradentes - (Crédito Pedro Vilela)

A arte que emoldura igrejas, sobrados e monumentos públicos ganham uma nova tradução nas mãos do artesão. Tem a capacidade de interpretar um povo ao mesmo tempo antigo e contemporâneo. São materiais brutos, como madeira, pedra, ferro, fibra, flor e barro, que se transformam em obras surpreendentes e provocam deslumbre pela criatividade.

Para quem quer conhecer a cultura local, essa diversidade está espelhada nos caminhos da Estrada Real, podendo levar consigo além das experiências, uma linda lembrança da viagem para casa.

Transmitida de geração a geração, os trabalhos artesanais têm uma identificação profunda com o folclore, e cada região tem uma característica peculiar.  Listamos hoje alguns artesanatos marcantes para conferir quando estiver viajando pela Estrada Real. 

Pedra Sabão - Ouro Preto: Aleijadinho, grande representante do barroco mineiro, deixou um importante legado em Minas Gerais, e hoje podemos achar o trabalho em pedra sabão em diversas cidades mineiras, com destaque para Ouro Preto.

Material versátil, da pedra sabão é feito de joias até panelas e todos os dias mais de 50 expositores reúnem uma variedade de produtos utilitários e decorativos na Feira do Largo de Coimbra, em frente à Igreja de São Francisco de Assis.


Pedra Sabão - Ouro (Crédito Pedro Vilela)

Cerâmica - Cunha/SP: Trazido pelos Japoneses, a arte de fazer cerâmica foi transmitida por gerações, com direito a forno Noborigama para a queima das peças. Assim, Cunha se tornou a capital da cerâmica, que pode ser encontrada em diversos ateliês espalhados pela cidade.

A argila retirada da região também é considerada especial, perfeita para ser esculpida. Aliada às técnicas de esmaltação desenvolvidas, resulta em cada peça.

Em Minas, o artesanato em cerâmica é de origem indígena e desenvolvido especialmente nos vales do Jequitinhonha e São Francisco. 

Madeira - Prados: O artesanato em madeira tem diversas temáticas e é produzido em várias cidades de Minas. Damos destaque a Prados e o seu distrito, Vitoriano Veloso, mais conhecido como Bichinho, com produção de móveis e esculturas feitas de madeira de demolição, influenciando o trabalho de muitos artesãos e artistas.

Estanho - São João Del Rei: O estanho era sinônimo de luxo nas casas coloniais brasileiras do século XVIII. Atualmente a produção, exclusiva no Brasil, é uma expressão do patrimônio imaterial que consolida características de tradição e identidade histórico-cultural da cidade. O turista além de adquirir jogos de chá e jarras de estilo medieval, pode ter a experiência de conhecer o processo de produção.

Tapetes/Bordados - Diamantina: Advinda da “Vila Arraiolos” localizada em Portugal, os Tapetes Arraiolos são bordados com lã, tingidas em cores diferentes, sobre uma armação em tecido único de algodão, juta ou linho, feitos de uma tela chamada juta e lã, com desenhos de temas indianos, hispânicos, renascentistas e também temas atuais dão cores e vida às peças que podem ser encontrados na região de Diamantina.


Bordados - Santana do Riacho (Crédito Acervo SeturMG-Xará)

Palha de Milho - Morro do Pilar: A palha de milho é matéria prima para a produção agroartesanal, transformando em fonte de trabalho e renda para muitas famílias. O artesanato em palha de milho traz design às bolsas, cestos, móveis, como cadeiras e mesas, e objetos de decoração, e podem ser encontrados no Morro do Pilar.

Que tal levar na bagagem uma parte da cultura da Estrada Real? Estrada Real: uma estrada, seu destino!