As 12 melhores profissões para quem quer ser nômade digital

Ser nômade digital se tornou um estilo de vida que atrai muita gente que deseja trabalhar estando em qualquer lugar do mundo

As 12 melhores profissões para quem quer ser nômade digital
Freepik

Ser nômade digital se tornou um estilo de vida que atrai muita gente que deseja trabalhar estando em qualquer lugar do mundo. Viajando por praias, montanhas e grandes cidades, mas sempre tirando um tempo para produzir e dar conta das obrigações profissionais.

Essa é a rotina tão sonhada por muitas pessoas que desejam ser nômades digitais e sair por aí, mesmo sem estar de férias. O nomadismo é uma antiga forma de viver em que as pessoas não possuem residência fixa e se deslocam em vários locais para se estabelecer.

Hoje, o nomadismo também se modernizou, e os nômades digitais tentam unir o trabalho com o estilo de vida livre de endereços, moradias fixas e escritórios.

O que faz um nômade digital?

O nômade digital é o profissional que trabalha de forma remota longe de escritórios e, mesmo durante o expediente, não tem um endereço fixo onde vive e trabalha. Geralmente costumam viajar ao redor do Brasil e do mundo, atuando com uma boa conexão de internet para cumprir as obrigações do trabalho e conseguirem bancar os custos desse estilo de vida.

Há nômades digitais que atuam em empresas que aceitam o trabalho de forma totalmente remota. Existem também os profissionais que trabalham como autônomos e freelancers, com vínculos empregatícios mais flexíveis com as empresas, que não exigem idas aos escritórios.

Confira algumas sugestões de cursos e entenda as possíveis profissões:

1. Análise e Desenvolvimento de Sistemas

A lista começa com o curso tecnólogo de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Essa graduação forma profissionais na área da tecnologia da informação (TI) e pode abrir espaço em um mercado de trabalho muito aquecido. Muitas empresas têm procurado desenvolvedores web e programadores para criar sites e programas de computador e smartphones.

2. Engenharia de Software

O curso de Engenharia de Software também é outra boa opção para quem quer atuar com tecnologia, principalmente como programador ou desenvolvedor. As companhias aceitam que esses profissionais atuem de forma remota, o que permite a vida de nômade digital. Outro ponto atraente dessa profissão é a possibilidade de encontrar boas remunerações ao longo da experiência.

3. Administração

O bacharelado em Administração forma profissionais com visão empreendedora, que dá um olhar de gestão aos negócios, boas habilidades para quem quer ter o próprio negócio. É possível ser nômade digital tocando a própria empresa, vendendo produtos e administrando um e-commerce, por exemplo. Hoje em dia, dá para ser um administrador sem estar o tempo todo dentro de um escritório.

4. Fotografia

Saber fotografar é uma das melhores qualidades que um nômade digital pode ter. Já que está visitando as paisagens urbanas e naturais mais bonitas do planeta, nada como tirar boas fotos e vender para empresas e bancos de imagem na internet. Além disso, é possível também trabalhar como fotógrafo local e vender imagens para turistas e habitantes locais.

5. Jornalismo

A versatilidade da profissão de jornalista também facilita a atuação de um nômade digital. Formados em Jornalismo possuem muito espaço em empresas que precisam de redatores, roteiristas e produtores de conteúdo. Praticamente qualquer empresa que produz algum conteúdo escrito ou audiovisual precisa de um jornalista. E escrever é uma atividade que pode ser facilmente feita de maneira remota.

6. Publicidade e Propaganda

Seguindo a linha do Jornalismo, o curso de Publicidade e Propaganda é outra graduação da área de comunicação que forma profissionais que se encaixam de diversas maneiras dentro de empresas. Muitos conseguem atuar como redatores publicitários e, dessa forma, não precisam estar dentro de escritórios para exercer suas atividades.

7. Marketing

O curso de Marketing trabalha nos estudantes conceitos fundamentais de vendas e comunicação com o público. Com a ascensão do Marketing Digital como tendência de mercado, a possibilidade de atuar de forma online abriu as portas para profissionais do marketing – de diversos segmentos – viverem como nômades digitais.

8. Produção Audiovisual

Trabalhar com Produção Audiovisual muitas vezes exige a presença em estúdios de gravação e filmagens. Mas há formas de atuação que podem ser feitas de maneira remota. Edição de vídeo e de fotos, por exemplo, escrita de roteiros e outras etapas da produção audiovisual podem ser realizadas de qualquer lugar que tenha bons computadores e boa internet.

9. Design Gráfico

Profissionais de Design Gráfico estão constantemente trabalhando com criatividade. Podem trabalhar para uma empresa fixa, mas também atuam de forma independente, sendo responsáveis pela criação de identidades visuais de diversos clientes. Por isso, é outra forma de atuar como nômade digital e não precisar entrar em escritórios todos os dias.

10. Letras

O curso de Letras é um dos mais buscados por quem pretende ser professor. Como professor, cursos online de qualquer área são tendências no meio digital, e podem ser gravados ou ministrados de qualquer lugar do mundo. Mas uma área nem sempre explorada pelos formados em Letras é trabalhar como tradutor. É possível traduzir textos, sites e documentos das empresas de forma remota. Conhecer a língua local também abrirá portas para atuar no país onde está vivendo.

11. Ciências Contábeis

Contadores são profissionais que estão habituados a atuar de forma autônoma, por conta própria e buscando os próprios clientes. Dessa forma, não precisam necessariamente estarem dentro de escritórios. As reuniões e encontros com pessoas e empresas podem ser feitas de forma virtual, para que formados em Ciências Contábeis possam trabalhar como nômades digitais.

12. Gestão Financeira

O curso de Gestão Financeira é uma boa oportunidade para quem quer atuar com o mercado financeiro. Os negócios financeiros estão cada vez mais digitais, então os profissionais podem trabalhar de forma remota, usando apenas o computador e a internet. Gestores financeiros podem atuar como investidores ou como analistas e consultores de investimentos, longe de escritórios.

Fonte: Site Quero Bolsa