Atlético mantém campanha invicta e garante vaga nas oitavas do Brasileiro A2

Classificação também assegura calendário de 2022

Atlético mantém campanha invicta e garante vaga nas oitavas do Brasileiro A2
Vingadoras possuem 100
redutea
banner redutea
banner redutea


A vitória sobre o Juventude, da Bahia, por 3 a 0, no último domingo, garantiu o Atlético-MG nas oitavas de final do Brasileiro A2. A goleada, acompanhada da campanha com 100% de aproveitamento, assegurou as Vingadoras na fase mata-mata com uma rodada de antecedência. O Atlético, líder do grupo E, aguarda a definição dos próximos classificados para conhecer seu adversário.

Além do Galo, Athletico-PR, Botafogo PB, Bragantino, Ceará, Esmac, Fluminense, Fortaleza, Iranduba, Real Ariquemes e Vasco já confirmaram vaga na fase de oitavas de final. Agora, a quinta e decisiva rodada vai indicar os últimos cinco classificados para o mata-mata, que, de quebra, também garante vaga na competição no calendário de 2022.

Isso porque, a partir do próximo ano, além das séries A1 e A2, o Campeonato Brasileiro também terá a série A3. Portanto, conforme o regulamento da atual edição da Série A2, as equipes que disputarem o mata-mata e não conseguirem o acesso para a elite do futebol feminino nacional vão novamente jogar a Segundona no próximo ano. Os outros quatro times que vão compor a competição da próxima temporada virão do rebaixamento da Série A1.

Enquanto isso, as Vingadoras seguem em preparação para o último compromisso da fase de grupos. No próximo dia 18, a equipe atleticana enfrenta o SERC, do Mato Grosso do Sul, às 16h30, em local a definir.

Com novo treinador, Cruzeiro luta pela permanência na A1
Rodrigo Campos assinou com a equipe celeste até dezembro de 2021

Em busca da permanência na série A1, o Cruzeiro apostou em um novo treinador. Rodrigo Campos, de 30 anos, que estava no Minas Brasília, do Distrito Federal, assumiu o comando da equipe nesta reta final da competição nacional. O treinador estreou na derrota da equipe cruzeirense para o Corinthians, por 2 a 1, no último domingo.

Na zona de rebaixamento, com 9 pontos, as Cabulosas ainda enfrentam o Bahia e o Santos. A equipe precisa vencer pelo menos uma das partidas para encaminhar a vaga na elite nacional do próximo ano. Ciente das dificuldades, o treinador cruzeirense acredita que apenas o trabalho permitirá alcançar o objetivo. “Iremos trabalhar diariamente com muita dedicação para reverter essa situação adversa, somar pontos nos últimos três jogos e nos mantermos na Série A1”, disse.


Cruzeiro luta, mas é superado pelo Corinthians. Crédito: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians