BNDES aceitará nova suspensão de pagamentos de micro e pequenas empresas

Prazos podem ser suspensos por até seis meses

BNDES aceitará nova suspensão de pagamentos de micro e pequenas empresas
Miguel Ângelo/CNI
redutea
banner redutea
banner redutea



O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) terá uma nova rodada de suspensão temporária de pagamentos de empréstimos, com o intuito de apoiar as empresas brasileiras para superar a crise gerada pela pandemia do Covid-19. Serão beneficiados todos os micro e pequenos empreendedores dos mais diversos setores econômicos que contrataram empréstimos por meio de instituições financeiras credenciadas.

Como nas rodadas anteriores, o período de pausa sem pagamentos será de até seis meses. A nova rodada traz também a possibilidade inédita de prorrogação do prazo total de financiamento em até 18 meses, o que não estava previsto na suspensão oferecida no ano passado.

O empreendedor já pode solicitar o pedido e deverá negociar diretamente com o agente financeiro que lhe concedeu o financiamento original. São estimado que mais de 100 mil empresas possam ter pagamentos suspensos, em valor potencial de R$ 2,9 bilhões.

Não estão incluídos nessa possibilidade os empréstimos tomados na modalidade do Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (PEAC) ou quaisquer outros que contam com algum fundo garantidor ou subvenção econômica; aqueles tomados para negócios envolvendo comércio exterior ou contratados pela Administração Pública; e dívidas agrícolas já renegociadas.

Com informações do BNDES

LEIA TAMBÉM:

Super receita: Carpaccio de camarão com purê de manjericão e coulis de manga

Witbier: Uma belga que é a cara do Brasil!

A bermuda se torna item chave no seu armário

Como prevenir a dor lombar

Projeções crescentes de inflação, e agora?

Evitando os erros na assistência

Os 10 super alimentos!

Desmistificando a catarata