Cafajestes!

Coluna Confusão - José Francisco Resende

Cafajestes!
Reprodução Internet

Antes de entrarmos no assunto de hoje, importante lembrar que a última coluna ficou muito bem ilustrada: Sobre a Lei de Murphy, “tudo o que puder dar errado dará” e DEU. O texto foi publicado com algumas falhas por causa de conflitos de formato (coisas da Internet). Mas... fazer o que né? Errando a gente TEM que pedir desculpas. Aliás é justamente sobre isso que vamos falar hoje!

Alô a todos.

Hoje vamos falar sobre um tema menos grave que as enchentes de Petrópolis, Santo Antônio do Amparo, Matheus Leme e tantas outras cidades brasileiras. Mas de uma gravidade que ultrapassa o limite do aceitável, do lógico, entrando na seara da BANDIDAGEM:

Há alguns anos um fato causou indignação nacional, gerando uma onda de protestos religiosos sem precedentes: - O “pastor” da Igreja Universal do Reino de Deus Sérgio Von Helder, chutou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida ao vivo, valendo-se da covardia da madrugada para destruir completamente a imagem. Seu gesto não feriu apenas os católicos, mas o povo do Brasil, que tem a Santa como padroeira do Brasil, e eu particularmente como muitos a vejo como a MÃE DE CRISTO. O gesto se mostrou desprezível e causou uma onda de revolta contra o Bispo Edir Macedo – que à época morava nos Estados Unidos e sua igreja que – fiquei impressionado – tem 12 mil Templos, um inclusive em São Paulo construído com pedras importadas de Jerusalém, 10 milhões de adeptos em 127 países, e um patrimônio incalculável.

Agora, no princípio do mês, outro imbecil faz ainda pior: - Portando bandeiras de partidos, sindicatos e movimentos ditos sociais invade uma igreja católica aos berros, NA HORA DA MISSA, gritando palavras de ordem, como se a Igreja fosse responsável pela morte de Moïse Mugenyi e Durval Teófilo Filho, militantes, (fato que aconteceu no centro de Curitiba, perto da igreja em questão). O nome do líder? RENATO FREITAS, um vereador CAFAJESTE ou melhor, um CAFAJESTE vereador do PT de Curitiba.

O problema agora, é que o país anda tão dividido, que o ato de bandidagem dessa turma de gente imbecil não provocou a indignação nacional, sendo reduzido aos limites de Curitiba, justamente pela covardia da grande mídia, agora chamada de Consórcio, com todos os veículos dessa quadrilha que se instalou como um câncer na comunicação brasileira. Pior. Um câncer com metástase na mídia escrita, televisiva e eletrônica.

Aí, me vem um cidadão barbudo, que se intitula o homem mais honesto do mundo e diz em um grande veículo de comunicação, que vai defender o “senhor” Renato Freitas, mas que ele deveria “pedir desculpa” (sic) pelo “errinho” que cometeu.

Ora Sr. Luizinaço. Se quem erra deve pedir desculpas o senhor deveria se ajoelhar diante do povo brasileiro e pedir desculpas, como disse o Jornalista Augusto Nunes “ajoelhado no milho” se penitenciando pelos “pequenos erros de bilhões desviados” que cometeu.

O Brasil está em guerra. Ainda que nós, pobres mortais queiramos mais amor, mais união, mais resiliência, os caciques estão pintando a cara para enfrentar a moral. Não sou católico. Não tenho político de estimação, nem bandido de coração. Mas tenho vergonha na cara para respeitar pelo menos a crença do povo brasileiro, que pode ser católico, protestante, evangélico, espírita, umbandista e tantas outras religiões que mostram o quanto o nosso povo é diverso. Cada um acredita no que quiser, mas agredir a fé do outro ou o ateísmo é ser leviano. É ser canalha, sem caráter. É ser BANDIDO!

Até a próxima semana.

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.

Qual é a sua reação ao ler esse conteúdo?

like
6
dislike
0
love
5
funny
0
angry
2
sad
0
wow
3
José Francisco Resende - Advogado, Mestre e Doutor em Comunicação Social. Foi superintendente da Lar Imóveis, pós graduando em pericia criminal e investigação forense, foi coordenador de Marketing da Federação do Comércio, Bens e Serviços – Fecomércio MG, coordenador nacional de marketing da Pharlab – Indústria Farmacêutica e CEO da Multicom do Brasil, empresa de Comunicação de âmbito nacional. Foi consultor do Grupo Balcão e especialista de comunicação. Palestrante do SEBRAE MG. Leia sua coluna toda sexta-feira no Balcão News!