Carol Nakamura adota menino que vivia em lixão. “Me ensinou a ser grata”

Carol Nakamura adota menino que vivia em lixão. “Me ensinou a ser grata”
Reprodução


Não estava nos planos da Carol Nakamura adotar um filho. Mãe de um jovem de 21 anos, em 2019 ela viu essa perspectiva mudar quando conheceu o Wallace, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

A atriz visitava um projeto social da região, no qual é embaixadora, quando conheceu o garoto. Ela conta que naquele dia soube que Wallace estava predestinado a ser filho dela.

Carol lembra que voltou para casa com a lembrança do menino e conversou com o noivo, que aceitou o desafio. Na época, ela fez um post anunciando a adoção e emocionou muita gente.

Gratidão e aprendizado

A chegada de Wallace na vida da Carol foi um misto de aprendizado e gratidão, segundo a atriz. Ela conta que o menino mudou completamente a vida de todos da casa.

“Quando ele (Wallace) chegou em casa, abriu o chuveiro e perguntou: ‘Tia, essa água cai do céu?’. São coisas que para a gente são tão normais, que passam batido. Mas quando a gente escuta isso, nos faz refletir que tem gente que ainda não tem nem saneamento básico”, lembra.

Carol também lembrou emocionada dos primeiros passeios que fez com o filho.

“Quando ele pegava elevador, ou via uma escada rolante, ficava maravilhado, achando que era um brinquedo. A primeira vez que ele comeu um pão de queijo foi depois dos nove anos! Aquilo que você chama de ‘básico’ é muita coisa para outras pessoas. Tudo isso faz a gente analisar o quanto tem tudo e não agradece”, afirmou ela.

Nova vida

A oportunidade de uma nova vida chegou para Wallace e para toda a família. Carol conta que o filho, aos nove anos, nunca tinha frequentado a escola. Ela disse que fará de tudo para ele ter um futuro gigante.

“Ele disse que quer ser veterinário e se depender de mim vai ser”, completa a atriz.

E mesmo muito pequeno, Carol lembra o quanto Wallace reflete sobre as coisas da vida. “Ele me ensinou a ser grata”.

“Só tenho que agradecer a Deus por essa oportunidade e pedir sabedoria para saber educar esse menino como ele merece!”, escreveu a atriz.

“Muitas pessoas me chamaram de louca, porém, loucura, é você ver o potencial e o brilho nos olhos de uma criança, poder modificar o futuro dela […] Então, tenho certeza, escolhi o melhor para ele e para mim”, finalizou a atriz.

Com informações de Upsocl e O Tempo

O post Carol Nakamura adota menino que vivia em lixão. “Me ensinou a ser grata” apareceu em Só Notícia Boa.

LEIA TAMBÉM:

4 mitos e verdades sobre a FISIOTERAPIA

Coluna Alma Alvinegra: Ser atleticano é bom demais

O golpe já foi dado - Precisamos reagir

Alimentação saudável, crianças saudáveis!

Expectativa do torcedor na volta da torcida a arquibancada

Coluna Squadra Celeste: Os mesmos erros

Braciola suína glaçada em geléia de damasco com musseline de pequi

Lagunitas – A IPA que conquistou o Brasil

Você é americano, atleticano ou cruzeirense?

A boçalidade da velha política de Kalil