Como evitar dores e excessos na noite de Natal

Confira a coluna especial de Natal do Dr. Alberto Rafael Jr.

Como evitar dores e excessos na noite de Natal
Freepik

O Natal é uma das épocas do ano mais esperadas para todos.  É um momento de refeições em família, presentes, ilusão e magia.  Mas também é uma época de excessos que acabam prejudicando o nosso corpo e a nossa mente.

Essa matéria natalina vem com dicas de como prevenir os excessos e as incômodas dores na região lombar que muitos de vocês sofrem nestes dias agitados.

Horas excessivas cozinhando, reuniões intermináveis ​​em pé, saltos altos, excessos frequentes de comida e descanso insuficiente são algumas das razões pelas quais podemos sofrer com esse desconforto nessas datas.

Se você é daqueles que precisam cozinhar em quantidades industriais para essas datas, proteja sua coluna de gestos e posturas inadequadas e repetitivas durante a tarefa.  Uma das mais comuns é a excessiva inclinação anterior do tronco devido ao cozimento em superfície muito baixa.  Sempre comece a cozinhar mantendo a coluna reta, mas relaxada para evitar forçar.  Pedimos cuidados semelhantes com os ombros e a região cervical (pescoço).  Tarefas como cortar, picar e amassar podem ser prejudiciais, pois envolvem movimentos rápidos e constantes dessas áreas do corpo.  Cuidado e moderação.  Se você estiver com pressa, busque em casa um ajudante. Igual, recomendamos que você aproveite qualquer momento para sentar e descansar as pernas e as costas.  Desta forma, você não notará tanto peso à noite e poderá aproveitar mais a noite. 

No Natal os encontros de reencontro e celebração são numerosos.  Costumamos ficar muito tempo em pé, posição que pode ser prejudicial se durar muito tempo, principalmente se já nos sentimos cansados e com alguns inconvenientes. Busque sempre mudar de posição.

Mulheres, reduzam ao máximo o uso de saltos.  Entendemos que são datas para se vestir com elegância, mas o calcanhar provoca um péssimo apoio e consequentemente uma sobrecarga das vértebras lombares e dos músculos que as protegem e mobilizam.  Se você não pode ficar sem eles nos dias designados, pelo menos reduza as horas de uso para evitar possíveis complicações.

Cuidado com a compulsão alimentar!  O ganho de peso pode estar associado ao aumento da dor lombar irradiada.  Além disso, podemos cair em desconforto gastrointestinal e indigestão, que em alguns casos produz dor reflexa nas costas.  Coma com cautela e tente combinar almoços e jantares pesados ​​com refeições mais leves. Para neutralizar o álcool, recomendamos beber bastante água e alguma infusão para purificar e restabelecer o corpo.

A falta de descanso é outra razão possível que leva a desconforto repetido na região lombar.  A restrição das horas de sono por causa de celebrações noturnas, visitas a conhecidos que nos obrigam a pernoitar na cama de outras pessoas ou a ceder a cama habitual para entes queridos e até digestão pesada podem causar alterações no controle sono-vigília.  O que podemos fazer nesses casos?  Não vamos forçá-lo a sair de uma noite ou festa em um horário conveniente para dormir, e pouco podemos fazer a respeito do abandono de seu lugar de descanso usual.  Não podemos competir com o seu desejo de viajar e desfrutar nessas datas, mas recomendamos que você tente se cuidar.  Intercale os eventos de Natal com momentos de descanso e tranquilidade, que não só o convidarão a dormir, mas também fortalecerão o seu sistema imunológico e evitarão desconfortos imediatos.

Em resumo, é recomendável que você descanse e faça exercícios físicos leves e breves, com objetivo preventivo e de manutenção.  Lembre-se de que prevenir é mais vantajoso do que remediar.  Dê a você seu próprio bem-estar. Se sua coluna ou qualquer parte do corpo começarem a apresentar algum incômodo, vá ao fisioterapeuta o mais rápido possível.