Da Uva à Cevada – Os 5 anos da Cervejaria Leopoldina

Essa história começa lá no final do século XIX, mais precisamente em 1875, quando o primeiro “Valduga”, vindo da Itália desembarcou no Brasil

Da Uva à Cevada – Os 5 anos da Cervejaria Leopoldina
Da Uva à Cevada – Os 5 anos da Cervejaria Leopoldina

Vamos sextar, Lupuladas e Lupulados? E que tal misturar cerveja com vinho? Para quem acredita que essa combinação pode parecer estranha, temos um exemplo lá no Sul do Brasil que nos prova que ambas bebidas podem conviver harmoniosamente. Trata-se da Cervejaria Leopoldina, braço cervejeiro da tradicional vinícola com sede em Garibaldi, Rio Grande do Sul.

Essa história começa lá no final do século XIX, mais precisamente em 1875, quando o primeiro “Valduga”, vindo da Itália, desembarcou no Brasil e deu inicio ao cultivo dos primeiros parreirais (também chamado de “pé de uva”, rsrs) na região que onde se encontra Bento Gonçalves, mais precisamente o Vale dos Vinhedos. Atualmente o grupo Famiglia Valduga é composto, além da vinícola Casa Valduga e a Cervejaria Leopoldina, pela Domno Importadora, produtora de espumantes e importadora de vinhos, pela Casa Madeira, também situada no Vale dos Vinhedos e responsável pela produção de sucos e produtos gourmet, além da Vinotage Cosméticos, que fabrica produtos elaborados a partir dos ativos da uva.

Qualidade sempre foi uma marca da Famiglia Valduga e quando resolveram investir no mercado cervejeiro, certamente não seria diferente. E com o propósito de unir a elegância do vinho com a singularidade das cervejas especiais, nasceu a Cervejaria Leopoldina, uma homenagem à arquiduquesa da Áustria e imperatriz de Dom Pedro I, Maria Leopoldina. Ela também dá nome a uma das principais vias do Vale dos Vinhedos, região que a família se instalou quando chegou ao Brasil

No ultimo mês, a cervejaria comemorou 5 anos e os empresários Danilo Schirmer e Tuca Schirmer, que foram responsáveis por trazer a marca para Belo Horizonte comemoram: “A Assemblage é a distribuidora do Grupo Valduga em BH e está à frente da distribuição da Cervejaria Leopoldina desde o lançamento da cervejaria. Hoje ela é com certeza um dos carros chefe do grupo e caiu no gosto dos mineiros.”, afirmou Tuca. A Família Schirmer possui uma parceria de mais de 30 anos com a Família Valduga e tem a exclusividade da representação das marcas em MG.

A Cervejaria Leopoldina possui um amplo portfólio que contempla os estilos tradicionais como Pilsner, Witbier, Weissbier, Red Ale, American Pale Ale, Porter e India Pale Ale, entre outros. Perguntamos para Tuca qual a líder de vendas e ela não pensou duas vezes: “Temos uma saída bem legal da Pilsner, que é uma cerveja não filtrada e de alto drinkability e da Red Ale. Mas sem duvidas a queridinha é a IPA. Definitivamente esse estilo caiu no gosto dos brasileiros”.

Suas cervejas conseguem abraçar ícones das escolas belga, alemã, americana e inglesa e são elaboradas com uma seleção de maltes, lúpulos e leveduras importados da Europa. Mas o grande destaque realmente aparece quando falamos de suas linhas premium. Podemos destacar a Leopoldina Old Strong Ale, uma cerveja escura, maturada por dez meses em carvalho francês e com segunda fermentação na garrafa e a Leopoldina Belgian Quadrupel, de coloração castanha acobreada, ligeiramente turva é resultado de dez meses de maturação em barricas de carvalho francês.

Mas os destaques atuais, e que comprovam o compromisso inovação e qualidade da marca, com são as vencedoras no ultimo World Beer Awards, um concurso internacional que elege as melhores cervejas, em todos os estilos reconhecidos internacionalmente, e promove os melhores rótulos do mundo todo. A Leopoldina Italian Grape Ale foi eleita a melhor do mundo na categoria Brut Beers, um título inédito para a marca. Isso mesmo, a melhor do mundo no estilo!

Além desta primeira colocação mundial, a Leopoldina Italian Grape Ale e a Leopoldina Belgian Tripel venceram como Country Winner, sendo eleitas as melhores do Brasil em suas categorias "Brut Beers" e "Belgian Tripel Style". E a Leopoldina Russian Imperial Stout recebeu a medalha de prata, sendo destaque na avaliação entre todas do seu estilo.

E atenção leitores da coluna! Caso tenham se interessado por algum destes rótulos da marca, além de encontrar em vários pontos de venda, como supermercados, empórios e delicatessens, a Assemblage desenvolve um trabalho com atendimento personalizado, agilidade na entrega e de forma muito dinâmica, não apenas para a Cervejaria Leopoldina, mas para as marcas Casa Valduga e Casa Madeira. Vocês conseguem comprar diretamente, sendo PF ou PJ, e receber em sua casa. Chama a Tuca Schirmer pelo Whatsapp 31- 99440-2122.

E o melhor: os primeiros 10 leitores da coluna que comprarem acima de R$200,00 na Assemblage vão ganhar uma linda taça personalizada da Cervejaria Leopoldina.

Essa dica é a melhor que você vai receber esse final de semana. Cheers!

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.