Empate amargo e frustrante

Cruzeiro e Oeste passam em branco nesta tarde.

Empate amargo e frustrante
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Mais uma atuação muito abaixo da expectativa da torcida cruzeirense. A Raposa foi ao interior paulista enfrentar o lanterna Oeste e não conseguiu somar os três pontos necessários para respirar na classificação. Em jogo truncado, e sem muitas possibilidades de gols, o placar acabou mesmo 0x0. Com o final da 15ª Rodada, o jogo foi o duelo das duas piores equipes da Série B.

O time de Ney Franco vive uma pressão jamais vista na história. O Cruzeiro soma apenas 12 pontos com o resultado deste domingo e o placar confirma a triste situação do time, que não conseguiu sequer marcar um gol na pior defesa do campeonato, que em 15 jogos sofreu 26 gols e vinha de quatro derrotas consecutivas.

Chegando próximo do fim do primeiro turno o time azul celeste começa a ter que aceitar uma realidade inimaginável antes do torneio. Na penúltima posição da Segundona, de acordo com o departamento de matemática da UFMG as atenções cruzeirenses devem se voltar à luta contta o rebaixamento, já que no momento tem mais de 50% de chances de terminar a Série B entre os últimos quatro colocados. O objetivo inicial de retornar à elite fica cada vez mais distante, sendo pouco mais de 1% a possibilidade de comemorar o centenário, no próximo ano, na Primeira Divisão.

O próximo jogo dos mineiros será em casa, sexta-feira (16), às 21h30, contra o Juventude, que neste momento luta pela promoção á Série A.