Está procurando emprego? Então leia isto!

Está procurando emprego? Então leia isto!
redutea
banner redutea
banner redutea

Primeiro: Currículo é a palavra em português. Curriculum Vitae é latim – Então nunca acentue a palavra Curriculum, nem deixe de acentuar a palavra Currículo. Ter um bom currículo é vital para conseguir o ”trampo” desejado. E isso não diz respeito só da sua trajetória profissional, mas sobre como você pode usar dela para garimpar mais oportunidades. Saber estruturar um currículo é mais uma das peças dessa engrenagem que se tornou a seleção de candidatos liderada por empresas e RHs. Para se destacar é preciso ter em mente três pontos essenciais: 1 – Faça com que o seu currículo participe do processo de seleção; 2 – Prenda a atenção do selecionador para que ele leia o seu currículo por completo; 3 – Desperte o interesse do recrutador para que ele o chame para uma entrevista presencial. Confira abaixo como esquematizar seu currículo:

ANTES DE TUDO DIGA A QUE VEIO. Mostre primeiro suas habilidades como empatia, capacidade de trabalhar em equipe, experiência de vivenciar hierarquia, estabelecer metas apenas como um mínimo necessário, vontade de aprender e capacidade de aprender rápido.

IDENTIFIQUE-SE Comece com sua identificação. Coloque nome, endereço, idade, nacionalidade, estado civil, telefones e e-mails para contato. Indispensáveis nos dias de hoje, é indicado colocar também suas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin). Porém, paramos por aqui. Nada de colocar números de documentos como RG e CPF, por exemplo. Caso a empresa precise dessas informações, eles pedirão em um contato futuro.

SEM FOTOS, POR FAVOR! Pode parecer tentador, mas se você não está concorrendo a uma vaga como modelo fotográfico, não existe razão para anexar uma foto ao seu CURRRÍCULO. “Quando mal produzida, o retrato pode jogar contra você”, “A imagem gera uma impressão imediata e, em certos casos, ela tende a ser de rejeição”,.

MARQUE SEU TERRITÓRIO Tão importante quanto indicar seu nome é mostrar para o recrutador porque você está enviando seu currículo. Após se identificar, crie um tópico chamado “Objetivo Profissional”. Ali marque exatamente o cargo (ou área) pretendido. “Isso sinaliza a posição hierárquica a que você está se candidatando”.

CHAME A ATENÇÃO O selecionador tem pouco tempo para analisar os currículos. Por isso, criar um resumo de 2 parágrafos focado nas suas habilidades e conhecimentos pode garantir alguns pontos extras. “Essa atitude mostra que o candidato é um facilitador, alguém direto e objetivo”.

SEJA INFORMATIVO No campo de experiências e formação acadêmica fuja de inventar a roda. Coloque a data de início e fim de cada atividade, o local onde ela foi realizada e seu cargo no momento. Aqui o importante é entender que menos é mais. “Textos curtos são mais atrativos e seguram a atenção de quem está lendo”. A dica vale também para seus cursos complementares, idiomas e informática. Nesse caso, o que muda é que se torna necessário informar seu nível de conhecimento. Mas lembre-se: NÃO EXISTE CONHECIMENTO DE LÍNGUAS INTERMEDIÁRIAS. Inglês intermediário é como se você dissesse ao recrutador: Só falo o inglês para adivinhar legendas faltantes na NETFLIX –.

POR FAVOR, NÃO MINTA. Falar que conhece um programa, uma plataforma, um idioma pode colocar você em maus lençóis.

E lembre-se: agrupe as informações por ordem de relevância. Está buscando um cargo na área de programação? Então, comece com seus conhecimentos de software e deixe idiomas para depois, por exemplo.

TRAGA EXPERIÊNCIAS PESSOAIS Fez uma viagem para fora do país, mas foi apenas como turismo? Isso também vale como experiência internacional. Claro que as viagens de intercâmbio possuem um valor maior, contudo, não despreze o passeio com a família ou amigos em terras estrangeiras. Essa bagagem cultural é desejada por muitas empresas multinacionais hoje em dia.

DOIS OLHOS BEM ABERTOS NA FORMATAÇÃO E REVISÃO Erros de português podem matar seu currículo. Nesse caso vale a pena ser um pouco “Caxias”. Leia releia e não deixe passar nenhum deslize. “O currículo é sua carta de apresentação”, diz Magda. Se não se sentir muito confiante, passe o currículo para um amigo ou parente que você confia para dar uma olhada na gramática. Na formatação, busque pelas fontes Arial ou Times, elas são padrões e podem ser lidas em qualquer programa de edição de textos. Mais: Escolha um tamanho de fonte e mantenha-se fiel a ele do início ao fim.

SEM EDIÇÕES POR GENTILEZA – Jamais envie um currículo em Word, porque ele pode (por má fé ou qualquer outro deslize de personalidade) ser editado. Então, nestes tempos, envie o bom e velho PDF – Portable Document Format. (Sigla em inglês que garante que, sem um bom trabalho, sua história de vida não pode ser editada). NÃO

INVENTE NOVOS FORMATOS. Ainda que seja uma tentação, não faça currículos em Power Point ou Corel. No momento da contratação a empresa não vai valorizar você mais que os outros.

SEJA ATUAL – Faça cursos, participe de palestras, ainda que gratuitas, faça trabalhos voluntários. No final do currículo indique quando foi a última vez que você o atualizou. LEMBRE-SE: O recrutador recebe dezenas, centenas de currículos então.

SEJAM BREVES. “Currículos defasados tendem a ser um gol contra”. E vamos ser realistas: - É difícil aguentar a barra de tomar um gol contra no final da partida. Boa semana a todos! Até a próxima sexta-feira.

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.

LEIA TAMBÉM:

Vacinação não é uma competição, mas sua velocidade salva vidas!

O que você precisa saber sobre o vilão: SALTO ALTO

O que está acontecendo com o Galo?

Desvarios do Judiciário – Os novos imperadores

Âncora ou Impulsor? O poder do seu parceiro(a) na sua carreira

O nascimento de um pai

Ceratocone tem tratamento: técnicas avançadas permitem conforto e reabilitação visual

Carrossel de emoções

BH teve com quem contar na pandemia. E não foi a PBH

Heineken Experience – Um Paraíso Cervejeiro em Amsterdã