Filme “Como se tornar o pior aluno da escola” de Danilo Gentili faz apologia á pedofilia e serve de alerta para famílias

Coluna Vereador Ciro Pereira

Filme “Como se tornar o pior aluno da escola” de Danilo Gentili faz apologia á pedofilia e serve de alerta para famílias
Divulgação

Na última semana apresentei uma denúncia ao Ministério Público do Estado de Minas Gerais a respeito do longa “Como se tornar o pior aluno da escola” produzido em 2017, com o roteiro de Danilo Gentili, protagonizado por Fábio Porchat e sua classificação em todos os streamings. O filme faz apologia à pedofilia em uma de suas cenas, o que fere gravemente o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Confrontado pelos jornais, Fábio disse que papéis de ficção são assim mesmo e justifica que vilões fazem “coisas horríveis”, não sendo necessariamente um incentivo ao que praticam. Já Danilo, se orgulhou pelo fato de ter incomodado petistas e bolsonaristas ao mesmo tempo.

Percebemos que o movimento da esquerda está se desenvolvendo ao longo do tempo, passando de um discurso sutil para uma narrativa que nos impõe a normalizar e aceitar todas essas ideologias, não medindo esforços para atingir a população, porém mirando especificamente nas crianças e adolescentes que são o futuro do Brasil e que em breve irão ocupar todos os espaços na sociedade.

A partir do momento em que um crime é tratado como piada, percebemos o quão grave é a situação. Eu sempre irei proteger nossas crianças. Como Vereador, protocolei um projeto de lei que promove o combate ao Acesso da Criança á conteúdos pornográficos, com o intuito de protegê-las e fortalecer uma rede de apoio a todos as famílias. Convoco todos os pais a estarem em alerta e não se omitirem diante daquilo que transgrida os princípios e valores que regem nossas vidas.