Galo Feminino estreia com empate no Brasileiro Sub-18

Joga Mina: Equipe de base alvinegra iniciou a disputa do nacional na tarde de ontem. No Cruzeiro o técnico Marcelo Tchelo teve contrato renovado.

Galo Feminino estreia com empate no Brasileiro Sub-18
Divulgação Atlético
redutea
banner redutea
banner redutea

Por Nubya Oliveira e Rayllan Oliveira

O Galo Feminino empatou em 1 a 1 com o Sport, nessa terça-feira (26), na abertura do Grupo C do Campeonato Brasileiro feminino sub-18. O jogo foi realizado em Sorocaba, no interior de São Paulo.

As Vingadoras saíram na frente com um gol da meia Alice, aos sete minutos do primeiro tempo.  O time pernambucano empatou com Mirelly Mello, aos 34 minutos da etapa complementar.

Com o resultado, os dois clubes dividem a segunda colocação do grupo. Na outra partida da chave, o Santos venceu o Vitória por 3 a 0 e garantiu a primeira colocação.

O próximo jogo das atleticanas é contra o Vitória, nesta quinta-feira (28), às 10h30. A partida será disputada no CT do Atlético Sorocaba, em São Paulo. 

Próximos jogos das Vingadoras:

28.01 – 10h30 - Vitória/BA x CAM - CT do Sorocaba 1

30.01 – 8h - Santos/SP x CAM - CT do Sorocaba 1

01.02 – 15h30 - CAM X Santos/SP - CT do Sorocaba 2

03.02 – 10h30 - CAM x Vitória/BA - CT do Sorocaba 2

05.02 – 8h - Sport/PE x CAM - CT do Sorocaba 1
 

GALO SEGUE RENOVANDO CONTRATO DE ATLETAS

O Galo anunciou a renovação de contrato de mais seis atletas para a temporada 2021. As meio-campistas, Flávia Pissaia, Marcella, Bruna Emília; as laterais Leila Silva, Isabella; e a goleira Nanda Mayrinck continuarão vestindo a camisa alvinegra. O clube segue com a expectativa de anunciar reforços e novos acordos antes da reapresentação do elenco, que ainda não teve data divulgada.

CRUZEIRO ANUNCIA RENOVAÇÃO COM O TÉCNICO MARCELO TCHELO

O Cruzeiro anunciou a renovação de contrato do técnico Marcelo Frigerio, o Tchelo. O treinador, que passou a comandar o time celeste em setembro do ano passado, termina agora a montagem do grupo para os compromissos da temporada 2021. 

Após a chegada de Tchelo em 2020, as Cabulosas conseguiram a recuperação na reta final do Brasileiro A1, e com boas atuações garantiram sua permanência entre os oito primeiros clubes do futebol feminino nacional. Também na equipe celeste, Tchelo foi vice-campeão mineiro.

“Eu estou muito animado para este segundo ano, muito feliz por essa continuidade em um grande clube como o Cruzeiro. A minha expectativa, quando cheguei, era que fosse um projeto de longo prazo, para conseguirmos fazer um trabalho sólido, e agora conseguiremos continuar o que iniciamos,” disse o treinador ao site oficial do Cruzeiro.


Igor Sales/Cruzeiro