Governo assina parceria para facilitar entrada de brasileiros nos EUA

Quer voltar a pisar em solo estadunidense em breve? Saiba tudo sobre a novidade que promete agilizar o tempo de entrada no país

Governo assina parceria para facilitar entrada de brasileiros nos EUA

O governo brasileiro anunciou, esta semana, que fechou um acordo para a entrada do país no programa Global Entry. Com a medida, os cidadãos do Brasil que já tenham o visto americano não precisam mais passar pela fila de imigração nos aeroportos, o que deve agilizar o processo e otimizar o tempo de entrada no país.

É importante lembrar que o Global Entry não põe fim à exigência de visto. Para aderir ao programa, o viajante precisa pagar uma taxa de 100 dólares a cada cinco anos, quando pode ser realizada a renovação. Com isso, é possível fugir da fila do controle imigratório em aeroportos selecionados, realizando a checagem do passaporte em quiosques eletrônicos, com menor fila.

O site do Departamento de Segurança Nacional americano ressalta que o Global Entry é voltado para “passageiros pré-aprovados e de baixo risco”.

Para aderir ao programa, os viajantes interessados devem ser aprovados pela Autoridade de Aduanas e Proteção de Fronteiras dos EUA, com um processo de registro e avaliação, incluindo verificação de antecedentes criminais e entrevista, tudo pelo site do governo americano.

Na prática, o viajante vai até o totem, apresenta o passaporte, escanea a impressão digital, depois preenche a declaração alfandegária. A máquina vai emitir um recibo e orientar o passageiro até o local da retirada de bagagens e saída do aeroporto.

O programa Global Entry conta atualmente com outros 11 países: Alemanha, Argentina, Colômbia, Coreia do Sul, Índia, México, Panamá, Reino Unido, Suíça, Singapura e Taiwan.

As inscrições devem ser feitas no site oficial do programa!

Fonte: Melhores Destinos