Lactobacillus solidários! Yakult supera a marca de 500 mil frascos de leite fermentado doados durante a pandemia

Desde junho de 2020, a multinacional entregou o produto para mais de 40 hospitais de Minas Gerais, São Paulo e Paraná com objetivo de ajudar os profissionais da linha de frente no atendimento à Covid-19

Lactobacillus solidários! Yakult supera a marca de 500 mil frascos de leite fermentado doados durante a pandemia
Divulgação / Milk Point
redutea
banner redutea
banner redutea

Consciente da importância de manter a imunidade e a saúde de médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam em hospitais na linha de frente no combate à pandemia de Covid-19, a Yakult do Brasil doou mais de 500 mil frascos de Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota para mais de 40 hospitais e instituições de saúde de cidades localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Até o fim de janeiro, as doações deverão superar os 600 mil frascos. 

O presidente da Yakult do Brasil, Atsushi Nemoto, afirma que a empresa vem fazendo essas doações por acreditar que, neste momento de pandemia, todos devem contribuir com a saúde dos profissionais que saem diariamente de suas casas para ajudar a salvar vidas. “Essa é uma ação de responsabilidade social que vem ao encontro da filosofia da Yakult, que é cuidar da saúde das pessoas. Ao oferecer o leite fermentado com o probiótico Lactobacillus casei Shirota, que comprovadamente auxilia a saúde por contribuir na manutenção da microbiota intestinal, estamos colaborando para que os profissionais da linha de frente estejam saudáveis para ajudar nesse momento de grande desafio”, enfatiza. 

Em Belo Horizonte, a Santa Casa BH, o Hospital Metropolitano Odilon Behrens e o Hospital Madre Teresa estão entre as instituições que receberam frascos do Leite Fermentado Yakult. 

No Vale do Paraíba – onde a empresa mantém seu Complexo Fabril no Brasil – entre os beneficiados estão a Santa Casa de Lorena, a Santa Casa de Misericórdia de Guaratinguetá, o Hospital Maternidade Frei Galvão (Guaratinguetá), a Santa Casa de São José dos Campos e a Secretaria de Saúde de Lorena. No interior e litoral de São Paulo foram atendidos, entre outros, o Hospital Regional de Jundiaí, o Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Santa Casa de Santos. Na capital, entre as unidades de saúde que receberam as doações estão o Hospital Municipal Infantil Menino Jesus, o Hospital Geral do Grajaú, o Hospital Nipo-Brasileiro e o Hospital Santa Marcelina. 

No Paraná, as doações foram feitas para o Hospital Pequeno Príncipe, o Complexo Hospitalar do Trabalhador, a Santa Casa de Curitiba e o Complexo do Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba.