Luciano Huck sobre criação de Tiazinha e Feitiçeira: “Não aceitaria hoje”

Apresentador admitiu machismo na criação de Feiticeira e Tiazinha, personagens icônicos criados por ele na década de 1999

Luciano Huck sobre criação de Tiazinha e Feitiçeira: “Não aceitaria hoje”
Reprodução Globo


Luciano Huck demonstrou arrependimento por ter criado figuras como Tiazinha (Suzana Alves) e Feiticeira (Joana Prado), personagens icônicas dos anos 1990, que eram sexualizadas no Caldeirão do Huck.  “Tem coisas que eu aceitava há 20 anos que eu não aceitaria mais hoje”, disse ele a Renata Ceribelli.

Na entrevista, Huck ainda falou sobre a ideia de seguir carreira política. Ele ressaltou ainda que “não chegou a desistir” disso, mas que a escolha de continuar na TV é orgânica. “Estar aqui estreando o Domingão semana que vem é o que eu tinha que fazer, é orgânico. É o que eu sei fazer, é a minha contribuição”.

O post Luciano Huck sobre criação de Tiazinha e Feitiçeira: “Não aceitaria hoje” apareceu em Metrópoles.

LEIA TAMBÉM:

Conheça Orval - Uma Belga de respeito

Regras mais claras devem impulsionar retomada de Food Truck em BH

O que você precisa saber sobre ergonomia na cozinha

Coluna Alma Alvinegra: Contra tudo e contra todos, continuamos na luta

A democracia contra-ataca

Os impactos da pandemia na vida do Jornalista Esportivo

Autonomia infantil é a chave para adultos independentes e criativos

Super receita de suco detox e seus benefícios para a saúde

Coluna Squadra Celeste: Enfim, alvíssaras!

Bacalhau a Lagareiro, uma ótima opção para os amantes desse peixe