Mercado da bola agita bastidores dos clubes da capital

Joga Mina traz as modificações nos elencos dos times de BH.

Mercado da bola agita bastidores dos clubes da capital
Bruno Cantini

Por Nubya Oliveira e Rayllan Oliveira

Após o fim das competições para os clubes mineiros, os times já começam a montagem dos elencos para a temporada 2021. Algumas atletas estão renovando os contratos, enquanto outras estão sendo liberadas. 

O Cruzeiro confirmou a renovação com a meio-campo Duda, joia da equipe e constantemente convocada para a Seleção Brasileira, e com Vanessinha, que foi artilheira do Campeonato Mineiro 2020. “É mais uma renovação, graças a Deus. Espero dar o meu melhor na próxima temporada, corresponder às expectativas que o Tchelo, a Bárbara (coordenadora do futebol feminino), e o torcedor cruzeirense tem sobre mim," comemorou Vanessinha em entrevista ao site oficial do Cruzeiro. 

Já a lista de saída do time celeste, inicialmente, é composta por Micaelly. A atleta que é destaque das Cabulosas pode assinar com o São Paulo. Outra jogadora que também pode deixar a equipe é Miriã. Um dos clubes interessados em acertar com ela é o Corinthians. A atacante Kim anunciou em suas redes sociais que também não seguirá no Cruzeiro. "Gratidão. Hoie encerro meu ciclo com o @Cruzeiro. Obrigada por todos os momentos! Obrigada a todos os envolvidos!," escreveu Kim. 

O Galo Feminino ainda não divulgou informações oficiais sobre renovação de contratos. Mas, alguns nomes como Manu Balbinot, Lorena, Dani Batista, Tati Antônio, Gabizinha e Joyce Amara podem estar se despedindo do time alvinegro.

VINGADORAS CAMPEÃS!

O Galo Feminino se sagrou campeão mineiro de forma invicta no último sábado (19), no Mineirão. A final contra o Cruzeiro foi decidida em disputa de pênaltis, após empate por 2x2 no tempo regulamentar.

Gabizinha abriu o placar para as Vingadoras aos 31 minutos do primeiro tempo, com um bonito gol de cobertura. Vanessinha empatou para as Cabulosas aos 45 da etapa inicial e aos 37 do segundo tempo, a jogadora acertou um belo chute e virou o jogo para o Cruzeiro. A partida já estava nos acréscimos, quando aos 52 minutos, Marcella marcou o gol de empate em chute de fora da área e levou a decisão para os pênaltis. As Vingadoras venceram por 5 a 3. 

O técnico Túlio Hoffmann celebrou o título e afirmou que o troféu foi bastante merecido pelo que as Vingadoras fizeram durante toda da competição. "O time que mais merecia levou. Tínhamos que levar, a gente merecia. É uma emoção muito grande conquistar esse título com as meninas, um ano diferente, com cinco meses de trabalho remoto. Essas meninas merecem muito”, afirmou o treinador ao site oficial do Galo.