Minascon, maior evento da construção de MG, teve início nesta segunda

Evento terá programação extensa e diversificada até dia 25. Abertura contou com palestra sobre cenário político-econômico brasileiro

Minascon, maior evento da construção de MG, teve início nesta segunda
Sebastião Jacinto Júnior/ FIEMG

A 18ª edição do Minascon, maior evento da cadeia produtiva da construção mineira, teve início na noite desta segunda-feira (22), em Belo Horizonte. Representantes do setor participaram presencialmente da solenidade e houve uma palestra virtual, em tempo real, sobre o cenário político-econômico brasileiro.

O Minascon é realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) e pelo Sebrae Minas. Até quinta-feira (25), uma extensa e diversificada programação on-line (veja aqui) oferecerá conteúdos técnicos, seminários e congressos segmentados aos participantes.

Além disso, serão realizados dois concursos: “A Ponte” e “Mãos à Obra”. O foco do evento está na apresentação da inovação como chave para que as empresas da cadeia produtiva do setor possam ganhar em produtividade e serem, cada vez mais, sustentáveis.

Relevância

Após uma viagem para a busca de investimentos na ExpoDubai, nos Emirados Árabes, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, abriu o evento, e lembrou a importância da construção civil para a sociedade como um todo.

"A cadeia da construção é muito relevante. Emprega muito. Agrega valor ao nosso PIB. Faz com que toda a cadeia da indústria se movimente. O segmento da construção civil vem se industrializando, com aumento de produtividade. O canteiro de obras está mais industrializado. Esse grande resultado pode ser revertido para a sociedade, fazendo com que pessoas que não têm acesso à habitação, passem a ter", afirmou.

Para o presidente da Câmara da Indústria da Construção, Teodomiro Diniz Camargos, o Minascon traz novidades e inovações em prol do desenvolvimento tecnológico do setor. "Esse evento, todos os anos, vem trazer contribuições para esse grande segmento. Também na área da sustentabilidade, o consumo melhor qualificado para o segmento, que é um dos grandes responsáveis pelo consumo de bens naturais, como água e energia. Então, também estamos trazendo muita coisa nessa área, como descarbonização do segmento, dentro das vertentes mundiais do ODS 2030", pontuou.

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon/MG), Renato Michel, lembrou a importância do Minascon. "Evento que completa 18 anos, chega à maioridade, mas, ao mesmo tempo, sempre se renovando. Nós do Sinduscon estamos apresentando nosso 20º congresso de materiais e tecnologia e, ao mesmo tempo, apresentando o 3º Show da Casa Própria, e 3º Congresso da Indústria Imobiliária. Isso demonstra a capacidade do Minascon de renovação", relatou Renato.

Palestra de abertura

Na abertura do evento, o doutor em Ciência Política, analista-chefe da Vector Relações Governamentais e consultor político da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Leonardo Barreto, palestrou sobre “A política da economia: como as eleições devem afetar o cenário da construção civil em 2022”.

Barreto apresentou dados sobre a economia brasileira, bem como informações sobre a influência da inflação na decisão de voto do brasileiro e sobre a possibilidade de fortalecimento de uma terceira via para as eleições.