Nossa hora chegou!

A tão esperada noite atleticana pode chegar logo mais. Galo decide contra o Bahia o bicampeonato nacional

Nossa hora chegou!
Pedro Souza / Atlético

Hoje é um dia daqueles que não se consegue fazer nada. Trabalhar é difícil, comer é difícil, não pensar no que pode acontecer hoje é impossível. Chegou o grande dia, esperado por nós atleticanos há anos, onde podemos dizimar mais um fantasma e lavar nossa alma. Após uma verdadeira catarse em preto e branco no último domingo, como bem disse o narrador global Luís Roberto, onde o atleticano extravasou todo o sentimento que estava preso nesses anos de busca pelo bicampeonato brasileiro.

Que festa absurda, com a torcida em transe, a insanidade do atleticano vista em todo canto desde as horas que antecederam o jogo contra o Fluminense. Com o resultado, mesmo não estando matematicamente resolvido, a torcida não aguentou segura o grito de campeão. Mas como segurar? Como conter um atleticano apaixonado, que por anos e anos gritou e apoiou sem que nada viesse para premiá-lo? Não tem como. Somos intensos demais, passionais, e o grito de campeão saiu tão forte que ecoou por todo o mundo. E hoje não será diferente. Estamos muito perto, em mais uma batalha pelo último passo, com nossos guerreiros lutando longe de nós.

Será que Belo Horizonte está preparada para o tsunami que está chegando? Se formos campeões hoje, na Bahia, vai ser difícil segurar o atleticano e sua paixão insana pelas ruas dessa cidade. A festa vai varar a madrugada, e se estender até o domingo, para um Galo e Bragantino com o estádio novamente entupido. A diretoria precisa deixar de lado a questão financeira, cobrar ingressos baratos, pois será uma festa do povo, da verdadeira massa atleticana, que sofreu e empurrou o Galo incondicionalmente. Mas vamos nos concentrar no jogo de hoje, nosso amor e pensamento positivo possa chegar até os jogadores, que estão lutando e honrando o manto alvinegro.

Que essa luta termine hoje, pois está difícil demais para nós atleticanos segurarmos essa ansiedade, acabando com nossos dias, com nossa saúde. Será muito difícil, como tudo na vida do atleticano, mas nosso coração é forjado no sofrimento, e estamos preparados. Que seja feita a vontade de Deus, e que ele abençoe o Clube atlético Mineiro.

VAAAAMOS GALOOOO!!!

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.

Qual é a sua reação ao ler esse conteúdo?

like
1
dislike
0
love
3
funny
1
angry
0
sad
0
wow
0
Guto Galo é atleticano de nascença, um sentimento forjado nas arquibancadas do Galo. Ser atleticano é algo que transcende o torcer para um time. Uma paixão enlouquecida, que faz de nós admirados e temidos por todos. Leia sua coluna quinta-feira no Balcão News!