O atleticano em êxtase

O atleticano em êxtase
Pedro Souza / Atlético


Que semana para nós atleticanos, meus caros!! Após uma virada sensacional no último fim de semana pelo Brasileirão, e uma decisão dramática nos pênaltis pela Libertadores, o torcedor alvinegro está em êxtase.

No sábado, em partida com 2 tempos bem distintos, conseguimos uma virada sensacional, com um espetáculo do monstruoso Hulk. No primeiro tempo, em que o time deixou a desejar, o Galo viu o Corinthians tomar conta do jogo, e acabou indo para o intervalo em desvantagem. E que vacilo de Nathan pescador no lance do gol corintiano. Na minha opinião, há tempos o Nathan e Hyoran vem rendendo muito pouco, e não entregam absolutamente nada ao time. Em contrapartida, o que vem jogando o Mariano é um absurdo. Encostou o mediano Guga no banco e assumiu com muita justiça a titularidade. Outro jogador que vem se destacando, após ser muito contestado, é o jovem Dylan Borrero. Após a assistência para Hulk marcar o segundo gol (e que malabarismo maravilhoso para bater na bola), mostrou que vem amadurecendo e que pode ser muito útil a equipe.

Já no jogo de terça, meu Deus do céu... foi de parar o coração do atleticano. Em péssima partida, assim como no jogo de ida, o Galo começou bem o jogo, mas viu o Boca assumir o controle e dar muito trabalho. O time estava muito nervoso e com muitas dificuldades em controlar a partida, e acabou vendo os argentinos assumirem o papel que deveria ser nosso. Novamente com lance polêmico, em gol anulado pelo VAR após falha grotesca de Everson, O Galo foi salvo de um desastre. E não dá para entender o porquê de tanta reclamação, afinal o impedimento ocorreu, assim como houve falta em Nathan Silva na primeira partida. Outro fator absurdo é a forma como parte da imprensa brasileira tratou o ocorrido, dando razão a reclamação argentina, mesmo com os fatos e imagens mostrando o acerto do juiz. O Galo sempre incomoda demais a imprensa do Eixo RJ/SP. Voltando ao jogo, com o resultado acabamos decidindo nos pênaltis, de forma muito sofrida, como tudo na vida do atleticano. A verdade é que disputa de pênaltis boa de ver é do time dos outros, com o nosso é sofrimento demais. E após a falha no lance do gol anulado do Boca, Everson se redimiu, e foi de vilão a herói na partida. Ele salvou inclusive o nosso herói protagonista Hulk, após este ter perdido sua cobrança, além de feito outras defesas importantes durante o jogo. O goleiro ganha moral e confiança para as batalhas que virão.

E o sofrimento está só começando, afinal seguimos na luta pelo Brasileirão, e teremos outra pedreira argentina pela frente nas quartas de final da Libertadores. Que venha River Plate e a usual catimba portenha, e que o Galo mantenha os olhos abertos contra a pressão externa.

VAAAAMOS GALOOOO!!!

LEIA TAMBÉM:

Quando o combate à corrupção já não importa

O sono do bebê, a função do pai no processo

Squadra Celeste: A gota d’água

Arancini: o delicioso bolinho com as sobras do risoto

Duvel 666 – A Edição Comemorativa dos 150 Anos desse Ícone da Escola Belga

Fraudes. O que você precisa saber

Será que existe postura correta para assistir televisão?