O Brasil não é para amadores

Uma visão realista sobre a cegueira de alguns brasileiros.

O Brasil não é para amadores
Reprodução

Alô a todos.

Na última semana vimos um episódio LAMENTÁVEL quando Auditores Fiscais da Receita Federal pediram demissão em massa ao Governo. Esses mesmos auditores que recebem só de salário de R$ 22.718 por mês e mais R$3.000,00 líquidos por produtividade, totalizando só de ganhos mensais R$25.718 reais por mês. O motivo? Eles estão ganhando menos que outros salários da R.F. que giram em torno de R$29.000,00.

Tenho muita preguiça do profissional que se compara aos outros. Experimente você: - Vai ter sempre alguém com um salário melhor, com um prêmio maior, assim como um reles ser humano se compara aos demais: - Vai ter sempre um maior, mais forte, mais bonito, mais inteligente,  mais    capaz  que você.

O segredo do bom senso é você se comparar com você mesmo: - Você está melhor hoje do que estava cinco anos atrás? Seu carro na garagem é melhor do que há meia década? Sua casa se tornou mais feliz de um tempo atrás?

Se uma – apenas UMA das respostas para as perguntas acima for sim, é hora de rever suas rotas, seu modo de enxergar a vida deve ser reavaliado com urgência. Pare de olhar para os lados e olhe para frente. Lá é que reside seu futuro. Não nas comparações ridículas que você faz com aquele colega que está com uma vida melhor que a sua.

Mas que existe MUITA coisa que precisa ser revista nesse país, isso precisa. A começar pelos poderes constituídos: Você sabia que os ex-presidentes do Brasil deixam o cargo, mas não perdem todos os privilégios? Eles têm direito, de forma vitalícia, a receber R$ 12 mil mensais, além de dois carros de luxo e até oito servidores pagos pelos cofres públicos. Ou seja, ATÉ HOJE você paga salário ao Fernando Collor de Mello, ao José Sarney, ao Fernando Henrique Cardoso, ao Lula, à Dilma ao Senhor Michel Temmer... É amigo. Você paga as despesas deles e de mais OITO servidores CADA UM. Fora as viagens internacionais que a maioria deles diz que viaja a convite. Será que a Universidade de Harvard nos Estados Unidos convidaria a Exma. PresidenTA Dilma Rousseff para uma palestra sobre gestão política? Ou uma Universidade Russa faria um convite ao Sarney para falar sobre Política Econômica? – Ah! Faz-me rir.

Sem passar pelo STF, STE, STJ, que já comentamos EXAUSTIVAMENTE sobre eles, podemos ir direto ao CONGRESSO NACIONAL, onde cada um dos Deputados Federais e Senadores TÊM DIREITO A ATÉ 25 FUNCIONÁRIOS CADA UM – mais um monte de mordomias, que vão desde um engraxate particular até Secretários Parlamentares com salários de até R$16.000,00 cada um? É... meu amigo, cada gabinete pode gastar até 111.675,59 mensais por gabinete...

Onde estão os Auditores da Receita que estão próximos de Deputados e Senadores que não vão para frente do Congresso Nacional, lutar por “salários mais justos”? Não. Eles preferem criar um factoide político a lutar pelos seus direitos.

Que os nossos cidadãos JAMAIS percam os direitos à indignação, MAS COM AS PESSOAS CERTAS. Criem vergonha na cara e lutem pelos seus direitos em frente ao Congresso Nacional que é a casa que decide o salário de vocês.

Não fiquem fazendo “muxoxo” falando em Debandada. Isso só prejudica o pobre do assalariado brasileiro, os pequenos empresários que têm que dividir com Brasília QUE ALIÁS NÃO PRODUZ ABSOLUTAMENTE NADA, o dinheiro que suaram para ganhar durante o ano. Lamento profundamente estar falando isso na véspera de Natal. Mas Jesus Cristo – O ANIVERSARIANTE DE AMANHÃ foi, é e continua sendo um revolucionário do bem. Então, que o seu renascimento traga JUSTIÇA para esse país maluco e lindo chamado BRASIL.

Boas Festas a todos. Feliz Natal e uma excelente reflexão sobre esse país. Até Sexta-Feira que vem!

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.

Qual é a sua reação ao ler esse conteúdo?

like
4
dislike
0
love
0
funny
0
angry
3
sad
2
wow
1
José Francisco Resende - Advogado, Mestre e Doutor em Comunicação Social. Foi superintendente da Lar Imóveis, pós graduando em pericia criminal e investigação forense, foi coordenador de Marketing da Federação do Comércio, Bens e Serviços – Fecomércio MG, coordenador nacional de marketing da Pharlab – Indústria Farmacêutica e CEO da Multicom do Brasil, empresa de Comunicação de âmbito nacional. Foi consultor do Grupo Balcão e especialista de comunicação. Palestrante do SEBRAE MG. Leia sua coluna toda sexta-feira no Balcão News!