O imaginário infantil precisa do Papai Noel

O natal está chegando e Guto D'Assumpção fala da importância do Bom Velhinho para as crianças

O imaginário infantil precisa do Papai Noel

A figura do papai Noel é algo que passeia pelo imaginário infantil nesta época do ano. A imagem do bom velhinho, que sai do polo norte, com ajuda de duendes, e vaga pelo mundo em seu trenó voador presenteando as crianças vem de geração a geração movendo os sonhos dos pequenos. Deixando de lado a questão da exploração comercial de tudo isso, qual a importância do Papai Noel para as crianças?

Para os pequenos são extremamente importantes essas figuras imaginárias, a ludicidade, para o desenvolvimento cognitivo delas. Elas têm uma facilidade muito grande em vivenciar e se envolver com as fantasias de natal. Essa atmosfera natalina auxilia, por exemplo, o entendimento de conceitos como bondade, caridade e solidariedade, trazidos pelo espírito natalino. Se envolver com essas histórias mitológicas é muito saudável, já que o cérebro infantil fantasia antes de desenvolver o raciocínio lógico. Os pequenos, a partir dos 2 anos, começam a representar a realidade ao qual estão inseridos por meio das fantasias e brincadeiras.

O faz de conta traz o amadurecimento emocional, social, intelectual e físico das crianças. Está comprovado cientificamente que crianças que se utilizam da imaginação, das fantasias, possuem maior criatividade, desenvolvimento cognitivo, com uma maior capacidade de se expressar. Não precisamos nos preocupar em contar a verdade sobre Papai Noel nesta fase dos pequenos, já que a verdade dita de forma abrupta pode ser muito dura para uma mente imatura. Força-las a deixar de acreditar no Papai Noel é invasivo, não respeitando o curso de seu desenvolvimento. Nós pais temos o dever de incentivar e respeitar essa fase imaginativa e fantasiosa. Com o passar do tempo essas fantasias da infância vão ficando para trás, em um processo gradativo de amadurecimento, conforma elas vão conseguindo nomear seus sentimentos, se expressarem. Por isso incentive o envolvimento de seus filhos com a atmosfera natalina, pois o que ficará marcado para sempre na mente delas não são os presentes, mas os momentos vividos, a memória afetiva criada nesses momentos. Com o passar do tempo estamos deixando que esses costumes se percam, assim como o espírito de natal.  

Esses rituais, vindos de tradições muito antigas, são essenciais para o crescimento humano. Que todos tenham um feliz natal, e que o menino Jesus abençoe a casa de cada um.