Paulo André perde Bolsa Atleta de R$ 1.850 por confinamento no BBB22

Secretaria de Esporte entendeu que o velocista não está cumprindo o programa anual de treinamento apresentado em janeiro do ano passado

Paulo André perde Bolsa Atleta de R$ 1.850 por confinamento no BBB22
Reprodução

O governo federal suspendeu o pagamento do Bolsa Atleta de R$ 1.850 ao velocista Paulo André por ele ter ganhado medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. A decisão da Secretaria Especial do Esporte é baseada na ida do atleta para o BBB22.

A notícia foi compartilhada com exclusividade pelo jornalista Demétrio Vecchioli, da coluna Olhar Olímpico, do portal UOL. De acordo com ele, a secretaria entendeu que o velocista não está cumprindo o programa anual de treinamento apresentado em janeiro do ano passado para aquele ano, já que está participando do reality da Globo.

 Em nota, a secretaria alegou: “A Consultoria Jurídica do Ministério da Cidadania já emitiu parecer sobre a participação de Paulo André Camilo de Oliveira no Big Brother Brasil, da TV Globo. A pasta encaminhou notificação para o atleta e aguarda a manifestação dele para dar andamento ao processo. Cabe informar que o pagamento foi suspenso preventivamente, já que a lei que disciplina o Programa Bolsa Atleta exige a continuidade dos treinos durante todo o período de recebimento do benefício.”

Considerado o galã do BBB22, Paulo André está há mais de dois meses no programa. O Ministério da Cidadania, no entanto, só se atentou ao fato na semana passada, após um repórter da Veja perguntar sobre um possível cancelamento da Bolsa Atleta ao ministro João Roma (Republicanos).

Na ocasião, o político afirmou que não tinha informações sobre o assunto, mas acionaria a consultoria jurídica do Ministério da Cidadania e a Secretaria do Esporte.

Fonte: Metrópoles.