Pediatra ressalta importância de vacinar adolescentes contra a Covid

Ministério da Saúde suspendeu a vacinação de adolescentes sem comorbidades e gerou insegurança na população

Pediatra ressalta importância de vacinar adolescentes contra a Covid
Igo Estrela/Metrópoles

A pandemia de Covid-19, que assombra o Brasil desde o início de 2020, mudou a vida de todos. Transmitido majoritariamente pelo ar, o coronavírus se espalhou rapidamente e, de acordo com dados do Consórcio de Veículos de Imprensa e das secretarias estaduais de saúde, já infectou mais de 20 milhões de brasileiros e causou a morte de quase 600 mil pessoas.

Uma das principais formas de combater a doença, além de medidas de segurança, como uso de máscaras, higienização constante das mãos e isolamento social, é a vacinação em massa. E, desde que começou no Brasil, a campanha pela imunização contra a Covid-19 já diminuiu o ritmo de contágio do coronavírus. Para se ter uma ideia, no último domingo (19/9), o país registrou o menor número de mortes – 239 – desde novembro de 2020.

De acordo com os especialistas, essa queda é reflexo do avanço da imunização. “A vacinação é um dos fatores, senão o principal, que colaborou para essa melhora”, conta o Dr. Paulo Telles, pediatra e neonatologista pela SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria). Porém, a decisão do Ministério da Saúde, na última quinta-feira (16), de suspender a vacinação em adolescentes sem comorbidades gerou uma dúvida na cabeça de muitas pessoas. Afinal, as vacinas são realmente seguras?

Outros países, como Alemanha, Canadá, Estados Unidos e França já estão vacinando crianças entre 12 e 15 anos e, de acordo com o médico esse é o principal caminho para vencer a pandemia de Covid-19 e retomar à vida “normal” o quanto antes.

"Já está bastante claro que para minimizar ao máximo a circulação viral deve-se proteger o maior número de pessoas de qualquer faixa etária e, assim, ajudar a evitar o surgimento de novas variantes. Para conseguir a tão falada imunidade de rebanho, precisaremos vacinar crianças e adolescentes para atingirmos a taxa máxima de pessoas vacinadas e reduzir a circulação e a taxa de transmissão comunitária", finaliza o Dr. Telles.

O post Pediatra ressalta importância de vacinar adolescentes contra a Covid apareceu em Metrópoles.

LEIA TAMBÉM:

A influência da tecnologia no desenvolvimento infantil

Coluna Squadra Celeste: Nem tudo é o que se vê

Conheça Tiger, a Nova Aposta da Heineken no Brasil

Você não é amigo do seu filho? Que bom!

Passo a passo de como conseguir uma barriga de tanquinho

Coluna Alma Alvinegra: O Galo segue incomodando o eixo

O dia seguinte