Pega Fogo Cabaré! Chegou a cerveja da conhecida marca de cachaças

Coluna Mais um Lúpulo - Flávio Vouguinha

Pega Fogo Cabaré! Chegou a cerveja da conhecida marca de cachaças
Reprodução

Hoje é sexta-feira... Traga mais cerveja... E para Lupuladas e Lupulados que curtem um sertanejo e uma boa cachaça, vamos falar de uma novidade que chegou ao mercado poucos meses atrás. Trata-se da Cerveja Cabaré. Ela é fruto de uma parceria entre o Engenho Dom Tápparo, detentora da marca Cabaré, e o Grupo Petrópolis, dona da conhecida marca Itaipava.

O Engenho Dom Tápparo, localizado no interior de São Paulo, começou por iniciativa do Sr. José Tápparo, em 1978, quando começou a produzir cachaça para o consumo próprio e presentear seus amigos. A cachaça fez tanto sucesso que muitos começaram a querer comprá-la. Foi então que José Tápparo viu nessa atividade uma oportunidade de negócio. Mas o sucesso viria já com a participação da terceira geração no negócio, quase 40 anos depois, quando lançou a cachaça extra-premium Cabaré. O rótulo, que foi um divisor de águas para a empresa, é resultado de uma parceria com a dupla Eduardo Costa e Leonardo, que percorrem o Brasil com o show Cabaré, conquistou o Brasil.

Já o Grupo Petrópolis, fundado na cidade de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro é a maior empresa com capital 100% nacional do setor de bebidas e tem em seu portfólio, além das cervejas, outras bebidas alcoólicas e não alcoólicas. Atualmente está presente em quase todo o território nacional, por meio de 8 fábricas e é detentora de marcas cervejeiras como Itaipava, Petra, Crystal, Lokal, Black Princess, além da divertida Brassaria Ampolis, que possui rótulos como Cacildis, Biritis, Ditriguis e Forévis (Essa marca merece uma coluna! Aguardem...), numa homenagem ao eterno Mussum.

Mas falando da Cabaré, ela é uma cerveja puro malte, no estilo American Lager, com lúpulos alemães e baixa fermentação. Contando com toda rede de distribuição do Grupo Petrópolis, você a encontra facilmente em qualquer rede de supermercado e ela está sendo comercializado em latas sleek (350 ml), long necks (330 ml) e garrafas (600 ml). Ela possui 5,0% de teor alcoólico e 12 de IBU.

Realizando sua degustação, na aparência podemos perceber uma cerveja amarelo dourada, bem fiel ao estilo American Lager e uma boa formação de espuma. No aroma, predominam as notas comuns de malte e lúpulo, nada de especial. Já o paladar e corpo, têm intensidades bem moderadas, o que oferece alto drinkability e é bem característico das American Lager (clique e relembre). O amargor também é bem leve e certamente não encontrará resistência.

Minha avaliação geral é que ela chega para ser mais uma opção de Puro Malte, mas que seu preço foi posicionado um pouquinho para mais do que realmente vale. Paguei R$ 5,49 na Long Neck e a lata de 350ml em promoção estava R$ 3,99. Com este valor, mesmo que não seja a minha favorita Heineken, você encontra opções melhores, como Becks, Amstel e Original. Ou a própria Cacildis, que faz parte do mesmo grupo. Mas se quiser comprar uma, vale para matar a curiosidade! Cheers!!!