Presidente da CBF diz que pretende comprar vacinas para o futebol

Rogério Caboclo também negou que a entidade vá distribuir algum tipo de auxílio-emergencial em 2021 O post Presidente da CBF diz que pretende comprar vacinas para o futebol apareceu primeiro em Metrópoles.

Presidente da CBF diz que pretende comprar vacinas para o futebol
redutea
banner redutea
banner redutea

Rogério Caboclo, presidente da CBF, afirmou que a entidade pretende comprar vacinas contra a Covid-19 para serem utilizados no futebol brasileiro. O cartola aguarda a votação de um projeto de lei da deputada Celina Leão (PP-DF) que caso seja aprovado, ainda passará por sanção do presidente Jair Bolsonaro.

A afirmação foi feita em entrevista ao site Uol. O projeto da deputada do Distrito Federal permitirá que empresas  comprem vacinas, mas que sigam a ordem de vacinação de grupos prioritários do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. “Estamos acompanhando as discussões no Congresso e, caso seja liberado, sim temos interesse em comprar vacinas para o futebol”, disse o presidente da CBF ao blog da jornalista Marília Ruiz.

Caboclo falou ainda sobre um possível auxílio-emergencial para o futebol. “Fizemos isso no ano passado quando do ‘susto’ causado pela ‘paralisação das máquinas’. Todos fomos surpreendidos. No total, a CBF gastou R$ 525 milhões. R$ 170 em antecipações de cotas a juros zero e doações. Todos os clubes que tinham cotas e dinheiro a receber, de contratos de longo prazo, puderam retirar esses valores sem desconto. Doamos para times das séries C e D, para arbitragem e para o futebol feminino. Neste ano, ainda não achamos que é o caso”, explicou, afirmando que dificilmente o benefício deve se repetir.

O post Presidente da CBF diz que pretende comprar vacinas para o futebol apareceu primeiro em Metrópoles.

LEIA TAMBÉM:

Como se proteger em momentos de crise e incerteza

Febre nem sempre é infecção

Gol da Alemanha? Conheça um pouco mais da tradicional escola cervejeira!

Comprimento MINI - Uma tendência que vem com tudo no inverno 2021

Reabilitação Fisioterapêutica pós Covid-19