Sedentario? Preguiça de começar uma atividade física? Essa matéria é para você! 

Coluna Dr. Alberto Rafael Jr.

Sedentario? Preguiça de começar uma atividade física? Essa matéria é para você! 

Se você não tem certeza de como começar ou aumentar seu nível de atividade física porque tem medo de se machucar, há boas notícias: atividade aeróbica moderada, como caminhada rápida, geralmente é segura para a maioria das pessoas e trás benefícios a sua saúde.

O exercício regular e a atividade física podem ajudar:

- Controle seu peso: Você está procurando obter um peso saudável ou mantê-lo? Juntamente com a dieta, o exercício desempenha um papel importante no controle do peso e na prevenção da obesidade. Você ganha peso quando consome mais calorias através do que come e bebe do que as calorias que queima durante a atividade física.  É importante equilibrar as calorias.  A quantidade de atividade física que precisamos para controlar nosso peso varia muito entre as pessoas. Para manter um peso saudável: Faça até 150 minutos por semana de atividade aeróbica moderada (por exemplo, 30 minutos por dia, 5 dias por semana).  Há evidências científicas sólidas mostrando que a atividade física pode nos ajudar a manter nosso peso ao longo do tempo.  Mas ainda não está claro exatamente quanta atividade física é necessária para conseguir isso, pois varia muito de pessoa para pessoa.  Você pode precisar fazer mais de 150 minutos de atividade moderada por semana para manter seu peso. Para perder peso: Você precisará fazer uma grande quantidade de atividade física, a menos que também ajuste sua dieta e reduza as calorias que come e bebe. 

- Reduza o risco de doença cardíaca: O exercício fortalece seu coração e melhora sua circulação.  O aumento do fluxo sanguíneo aumenta os níveis de oxigênio em seu corpo.  Isso ajuda a diminuir o risco de doenças cardíacas, como colesterol alto, doença arterial coronariana e ataque cardíaco.  O exercício regular também pode reduzir a pressão arterial e os níveis de triglicerídeos. Seguir as recomendações e fazer pelo menos 150 minutos por semana de atividade aeróbica moderada pode reduzir o risco de desenvolver essas doenças.  Você pode reduzir ainda mais seu risco sendo mais ativo fisicamente. 

- Controle o açúcar no sangue e os níveis de insulina do seu corpo: o exercício pode diminuir o açúcar no sangue e ajudar a insulina a funcionar melhor.  Isso pode reduzir o risco de síndrome metabólica e diabetes tipo 2. E se você já tem uma dessas doenças, o exercício pode ajudá-lo a gerenciá-la.  A síndrome metabólica é uma combinação de qualquer um dos seguintes: ter muita gordura ao redor da cintura, pressão alta, colesterol HDL (lipoproteína de alta densidade) baixo, triglicerídeos altos ou açúcar elevado no sangue.  As pessoas começam a ver benefícios mesmo que façam menos do que os 150 minutos recomendados de atividade física por semana.  Obter mais atividade física parece reduzir ainda mais esses riscos. Se você já tem diabetes tipo 2, a atividade física regular pode ajudá-lo a controlar seus níveis de açúcar no sangue.

- Parar de fumar: o exercício pode tornar mais fácil parar de fumar, reduzindo seus desejos e sintomas de abstinência.  Também pode ajudar a limitar o possível ganho de peso ao parar de fumar.

- Melhore sua saúde mental e humor: durante o exercício, seu corpo libera substâncias químicas que podem melhorar seu humor e fazer você se sentir mais relaxado.  Isso pode ajudá-lo a lidar com o estresse e reduzir o risco de depressão. Alguns Benefícios da Atividade Física para a Saúde do Cérebro ocorrem imediatamente após uma sessão de atividade física moderada ou vigorosa.  Esses benefícios incluem melhor pensamento ou capacidade cognitiva entre crianças de 6 a 13 anos e menos sentimentos de ansiedade de curto prazo entre adultos.  A atividade física regular pode ajudar a manter suas habilidades de pensamento, aprendizado e julgamento fortes à medida que você envelhece.  Também pode reduzir o risco de depressão e ansiedade, além de ajudá-lo a dormir melhor.

- Durma melhor: o exercício pode ajudá-lo a adormecer mais rápido e permanecer dormindo por mais tempo.

- Mantenha suas habilidades de pensamento, aprendizado e julgamento à medida que envelhece: o exercício estimula seu corpo a liberar proteínas e outros produtos químicos que melhoram a estrutura e a função do seu cérebro.

- Fortaleça seus ossos e músculos: O exercício regular pode ajudar a fortalecer os ossos de crianças e adolescentes.  Ao longo dos anos, a perda de densidade óssea relacionada à idade também pode diminuir.  Fazer atividades de fortalecimento muscular pode ajudá-lo a aumentar ou manter a massa e a força muscular.

- A atividade física regular ajuda com artrite e outras condições reumáticas que afetam as articulações.  Fazer 150 minutos de atividade aeróbica moderada semanalmente, na medida do possível, além de atividades de fortalecimento muscular, melhora sua capacidade de controlar a dor e realizar atividades da vida diária.  Também melhora sua qualidade de vida.  Construa músculos fortes e saudáveis.  Atividades de construção muscular, como levantamento de peso, podem ajudá-lo a aumentar ou manter sua massa e força muscular.  Isso é importante para adultos mais velhos cuja massa muscular e força diminuem à medida que envelhecem.  Aumentar gradualmente a quantidade de peso e repetições que você faz como parte de suas atividades de fortalecimento muscular lhe dará ainda mais benefícios, independentemente da sua idade.

- Reduzir o risco de quedas: Para idosos, pesquisas mostram que fazer atividades de equilíbrio e fortalecimento muscular, além de atividades aeróbicas moderadas, podem ajudar a reduzir o risco de quedas.

- Melhore sua saúde sexual: O exercício regular pode reduzir o risco de disfunção erétil em homens.  Para quem já tem esse problema, o exercício pode ajudar a melhorar sua função sexual.  Nas mulheres, o exercício pode aumentar a excitação sexual.

- Aumente suas chances de viver mais: estudos mostram que a atividade física pode reduzir o risco de morrer precocemente pelas principais causas de morte, como doenças cardíacas e alguns tipos de câncer. A pesquisa mostra que as pessoas que praticam grandes quantidades de atividade física têm um risco menor de desenvolver os seguintes tipos de câncer: bexiga, seios, cólon (proximal e distal), endométrio, esôfago (adenocarcinoma), rim, pulmão e estômago (adenocarcinoma da cárdia ou não da cárdia).

Lembre-se o corpo é uma máquina… ficou parado… começa a enferrujar!