Sofre de tontura? Aprenda alguns exercícios para se livrar dela.

Coluna Dr. Alberto Rafael Jr.

Sofre de tontura? Aprenda alguns exercícios para se livrar dela.

Atualmente, a sensação de tontura ou vértigo tem levado muitos adultos a procurarem ajuda médica. A pessoa que sofre de vertigem geralmente sente como se tudo estivesse girando, pode inclusive apresentar desequilíbrio e alterações visuais. A vertigem é causada por uma disfunção interna do ouvido ou uma disfunção de um nervo craneal.

Embora não coloque em perigo a vida, isso pode afetar a qualidade de vida de uma pessoa. Um programa de fisioterapia baseado em exercícios pode ser desenvolvido para reduzir e/ou aliviar os sintomas do paciente, permitindo que ele retorne à sua função normal. 

O Vertigo Postal Vértigo Benigno (VPPB) é o tipo mais comum de vertigem, causado por um pequeno cristal de cálcio que se movimenta na orelha interna, estes cristais viajam para os canais semicirculares, alteram o líquido e criam a sensação de movimento. Há muitas outras causas de tontura, como enxaquecas vestibulares, vertigem cervicogênico, neuris vestibular, entre outras. O paciente queixa de tontura, quando: muda de posição na cama, vira de lado, se levanta ou olha para cima. Os sintomas duram alguns segundos, enquanto uma sensação de náusea ou aumento da pressão na cabeça pode duras horas. 

Para tratar a vertigem o fisioterapeuta examina completamente a orelha interna com testes posicionais colocando a cabeça em diferentes posições e tentando causar os sintomas da vertigem.
O paciente pode realizar estes exercícios facilmente em casa: 

- Manobra Epley Eley Maneuver: é um dos tratamentos de fisioterapia mais usados para a vertigem. Sente-se na cama com a cabeça para trás e as pernas esticadas. Vire a cabeça a 45 graus à direita. Deite rapidamente com a cabeça ainda inclinada e segure a posição por 30 segundos. Lentamente vire a cabeça 90 graus para a esquerda sem levantar o pescoço. Mantenha esta posição por 30 segundos. Vire a cabeça e o corpo para que seja do lado esquerdo. Mantenha por 30 segundos. Retorne lentamente para a posição inicial sentado. A manobra de Epley pode ser feita 3 vezes por dia até que a tontura desapareça. 
- O exercício de Brandt-Daroff: começam na vertical na beira da cama. Deite-se rapidamente no lado esquerdo enquanto vira a cabeça para olhar o teto. Retorne à posição sentada por 30 segundos. Repita o mesmo do outro lado. Faça 5 repetições por lado. Volte para a posição sentada e espere por tontura diminuir antes de ficar de pé, a tontura é normal depois de completar este exercício. 
- Estabilização do olhar:  fixa um objeto na parede. O paciente olha para o objeto. Mova sua cabeça repetidamente para cima e para baixo por vários minutos. 
- Exercícios de equilíbrio: 1- Andar em um ambiente escuro. 2- Ficar sobre uma base oscilante. 3- Andar e vire. 4- Incline-se para a frente e alcance um objeto enquanto mantém o equilíbrio. Cada exercício dura de 3 a 5 minutos e é repetido de 2 a 4 vezes.

Os sintomas podem ser agravados durante os exercícios, mas no final eles desaparecem. Esses exercícios são projetados para provocar sintomas leves para que o sistema nervoso central reconheça  e interprete melhor esses estímulos.