Zema veta parcialmente PL que impede transporte fretado de rodar em Minas

Zema veta parcialmente PL que impede transporte fretado de rodar em Minas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), vetou trechos que regulamenta o fretamento de veículos para o transporte intermunicipal de passageiros no Estado. O anúncio foi feito através de seu  perfil Twitter: "O Projeto de Lei 1155/2015, aprovado na Assembleia Legislativa, será vetado pra garantir aos mineiros o direito de escolher o serviço de transporte rodoviário intermunicipal que melhor lhe convêm".

O projeto 1.155/15 é de autoria do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT) e gerou bastante polêmica na sociedade, que foi amplamente contra e se mobilizou via redes sociais pedindo ao governador o veto. O PL apresenta regras com maior rigidez para o transporte rodoviário por fretamento, determinando que o mesmo grupo tem que compor a viagem de ida e de volta, além do envio do nome dos passageiros com seis horas de antecedência. A proposta foi aprovada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e, na prática, impede a operação da empresa de transporte por aplicativo Buser.

Via Twitter Zema justificou sua escolha, “... a evolução dos serviços é essencial para acompanhar a modernização e melhora do atendimento. Na minha gestão, o interesse dos mineiros estará sempre em primeiro lugar. Afinal, competição e concorrência são benéficas para termos maior qualidade e menores preços. Está decidido", afirmou o governador.

A publicação deverá ser feita neste sábado (25), no Diário Oficial do Estado.

LEIA TAMBÉM:

Latinha x Garrafa: Existe uma melhor?

Machismo e feminismo são muito chatos

Como evitar dores na coluna durante as viagens de avião

Coluna Alma Alvinegra: É hora de foco, e olho no sistema

Cegos pelo medo e pela ignorância

Campeonato Mineiro começa neste sábado com novidades

A influência da tecnologia no desenvolvimento infantil

Coluna Squadra Celeste: Nem tudo é o que se vê