Witbier: Uma belga que é a cara do Brasil!

Flávio Vouguinha é Relações Públicas, profissional especialista em Customer Success, assinante de clubes de cerveja desde 2012, Beer Sommelier e colunista do Balcão News.

Witbier: Uma belga que é a cara do Brasil!
Witbier: Uma belga que é a cara do Brasil!
redutea
banner redutea
banner redutea


Boa sexta para todos Lupulados e Lupuladas! Hoje vamos falar de uma cerveja que apesar de sua origem europeia, seu paladar parece ter sido feito especialmente para o verão Brasileiro. Estamos falando da Witbier, um estilo de cerveja fácil de beber, que é das minha preferidas para abrir um sábado ensolarado e quente, típico do verão brasileiro.

A cerveja Witbier, também conhecida como Belgian White, surgiu na Bélgica, país conhecido por sua escola que usa e abusa de receitas saborizadas com condimentos e frutas. Ela ganhou força de fato por volta de 1960, nas mãos de Pierre Celis, um leiteiro que conheceu a witbier em sua infância, e resolveu investir no estilo. A receita recriada por ele contava com grãos, lúpulo, sementes moídas de coentro e casca de laranja. Ela foi bem recebida no mercado e assim nascia a Hoegaarden, até hoje uma das maiores referências do estilo.

Ela é cerveja de trigo, apesar da família Ale, e considerada por muitos como uma boa porta de entrada para o universo das cervejas artesanais, principalmente por sua leveza e refrescância. De aparência turva, possui uma cor que pode variar entre palha a amarelo. Seu aroma é marcante, com o cítrico da laranja e o condimentado herbal do coentro. Esse conjunto proporciona um sabor original e marcante, que harmoniza muito bem com peixes e frutos do mar.

Quem me conhece sabe que sou completamente louco por copos e um dos que acho mais belos é o Tumbler. Ele que possui a boca mais estreita, ideal para o estilo que apresenta baixa formação de espuma. Não possui hastes, a base é plana e a boca com diâmetro levemente maior ou igual a base. O Tumbler se tornou um ícone como o copo tradicional da cerveja Hoegaarden.

E é impossível falar de Witbier sem falar de Hoegaarden. Cervejaria que marcou versão moderna do estilo, ela ganhou o mundo e hoje é a maior referencia do estilo, sem a menor dúvida. Como dito, ela foi criada por Pierre Celis, se tornou uma das cervejarias mais tradicionais do mundo e posteriormente, foi vendida para a Interbrew, hoje AB InBev. E uma das maiores bandeiras artesanais da cia vai ganhar um concorrente de peso no mercado nacional.
Na última semana, foi anunciado acordo exclusivo entre Heineken e Blue Moon, outra referência mundial do estilo, mas americana, que terá início no terceiro trimestre de 2021 e pretende ampliar a distribuição da cerveja em todo território nacional. Esse acordo envolve a importação, venda e distribuição da cerveja por meio da rota de distribuição do Grupo Heineken, que inclui os centros de distribuição e rede de revendas exclusivas.

Se antes víamos a Hoegarden reinando sozinha nas prateleiras dos supermercados, podemos esperar uma batalha de alto nível entre as duas marcas. E vc, é #teamhoegaarden ou #teambluemoon? E se você ainda não as conhece, fica a dica para esse final de semana. Cheers!