O que fazer quando o estresse e a ansiedade te perseguem?

O que fazer quando o estresse e a ansiedade te perseguem?


A mente e o corpo trabalham juntos e é por isso que certos estados de ânimo podem gerar mudanças físicas no corpo, desenvolvendo uma maior predisposição para sentir dores e lesões.

Os estados de estresse e ansiedade alteram o correto funcionamento dos sistemas do organismo, podendo afetar as capacidades físicas do indivíduo.

A fisioterapia nos ajuda a solucionar as consequências do estresse. Embora esteja relacionada a lesões musculares, como dores nas costas e pescoço, essa ciência também tem muito a decidir no aspecto psicológico e permite melhorar o estado de pessoas com qualquer problema de saúde mental. Dor de cabeça, tensão muscular, falta de energia ou concentração, alterações do suor, falta de apetite sexual e problemas de estômago são alguns dos sinais que nos alertam de que sofremos de estresse.

É recomendado para pessoas com estresse, ansiedade, depressão ou insônia, diferentes terapias que se mostraram úteis nessas situações, como: terapias manuais, consciência corporal, relaxamento e, acima de tudo, exercícios terapêuticos e atividade física adaptada.

A fisioterapia, por meio de seus tratamentos, gera efeitos positivos, melhorando doenças relacionadas aos estados alterados.  Alguns dos efeitos obtidos por meio das diferentes técnicas são:

  * Reduz a tensão muscular e alivia a dor.

  * Melhorar a mobilidade e a qualidade do movimento.

  * Evita o risco de ferimentos

  * Relaxa o corpo e a mente

  * Melhora o descanso e a qualidade do sono.

  * Aumenta a sensação de bem-estar

  * Fornece vitalidade

A fisioterapia com foco na saúde mental busca a liberação de endorfinas, hormônios da felicidade que nos fazem sentir melhor.  Desta forma, é aconselhável a realização de sessões de fisioterapia, com uma avaliação inicial, a fim de amenizar os efeitos físicos causados ​​por essas condições e melhorar o estado geral de saúde.

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.

LEIA TAMBÉM:

Coluna Alma Alvinegra: Acorda Galo, querem nos tirar as glórias na mão grande

A laranja podre

É brincando que se aprende

As marcas deixadas pela Covid-19 em jogadores de alta performance

Lentes de contato noturnas corrigem a miopia de dia

Coluna Squadra Celeste: Na conta do sobrenatural

Conheça Orval - Uma Belga de respeito

Regras mais claras devem impulsionar retomada de Food Truck em BH