Poema de Ocasião

Mudança eu ainda tenho sonhos uns críveis, outros medonhos os tenho sempre e deles não me envergonho sonhos que embalam…

Sem rumo coração sem dona faz biscates, vive de flerte não mais se apaixona quer apenas rever-te coração sem dona…

Falcatas quem pensou nesse dia nós todos sorrindo o céu se abrindo sendo só alegria dia de amor, de amar…

Duro dedo logo bem cedo lá do arvoredo vi e senti medo do tal segredo se me enveredo e assim…

Para embalar você e eu PARA EMBALAR VOCÊ E EU a lua vai se esconder silenciosa pequena depois de…

Enigma desdenhar o tanto que ainda me instiga ser e ponho/me a desintender o que nem sei, no entanto. desmedir…

Habilitado andar por aí em qualquer rua qualquer avenida andar toda vida quem se habilita? andar com quem quiser uma…

Impossível não ligue não atenda não fale não escute não venha não receba não escreva não leia não permita não…

Cansei do C! Começo contando com calma, criteriosamente, como condenaram-me com cirúrgico capricho. Começaram com colocações cordiais, confortáveis. Conduziram comigo…

Imaginário falido coloquei a minha vida por debaixo da porta naquela carta que você não leu fiquei muito tempo torcendo…

O tempo o tempo que passa o tempo que vem o tempo esse maldito é também tempo Rei. o tempo…

Poder eu posso ser tanta coisa posso ser o que eu quiser posso ser mais assim posso até não ser…

Sem rumo coração sem dono/dona faz biscates, vive de flerte não mais se apaixona quer apenas rever-te. coração sem dono/dona…

Soneto à rima II rima alternada e pouca tão imperfeita e breve decifrar quando na boca quem será que se…

Soneto à rima I ando encucado com a rima forçada ou espontânea frequente ou momentânea que a todos fascina dá…

Poema Minuto depois que te vi colhi outro sabor quis ser beija-flor tornei-me bem-te-vi depois que te vi deu-se clara…

Afastamento afasta de mim o teclado afasta a caneta o giz e até o papel do recado na escrita não…

Partiu! o céu, que lindo, não agora e nem a qualquer hora só quando vens vindo a saudade, um mimo,…

Alforria ando preso no soneto quando escrevo: toda vez, sem querer, me submeto ao quatro quatro e três três de…

O sonho sonhei com você e adoro sempre que acontece involuntário me desce nada nele ignoro sonho bom, bem real,…