A CPI do fim do mundo

A CPI do fim do mundo


Alô a todos.

Tenho acompanhado de boca aberta a condução da CPI da Covid 19 em TODOS OS CANAIS DE MÍDIA. Rádios, Jornais, TV aberta, pay per view, redes sociais, podcasts, com opiniões das mais diversas possíveis. É IMPRESSIONANTE como os nossos canais de comunicação conseguem armar uma confusão tão grande, que o que foi criado para esclarecer, tem na verdade complicado a opinião pública. A Comissão Parlamentar de inquérito, por si só já é uma piada. Estamos assim: A Ciência no banco da política. Os médicos no banco dos réus. Os corruptos no banco dos Juízes.

A começar pela presidência da CPI – O Senador que tem a ABSOLUTA obrigação de dirigir o ato, é INVESTIGADO POR CORRUPÇÃO NO SISTEMA DE SAÚDE do seu Estado – Amazonas. Também pesam sobre ele desvios de verba que superam 260 MILHÕES de reais. O presidente Omar Azis é investigado por ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA e até, pasmem, por PEDOFILIA.

Então vamos ao relator: José Renan Vasconcelos Calheiros, Senador por Alagoas tem na sua ficha 25 PROCESSOS. Um dos quais é chamado “RENANGATE”, mas que não vamos citar um a um por uma questão de respeito à paciência dos nossos leitores. Ou seja, estamos em um tempo em que o esclarecido tem que ficar calado para não ofender o ignorante.

Em que pese uma atuação simplesmente ridícula do Poder Judiciário, como comprovou a Excelentíssima Ministra Rosa Weber, que decidiu que “os Governadores não podem depor porque a oitiva (participação de forma declaratória) dos próprios, extrapola a competência do Legislativo Federal.” Mesmo assim o ex-governador do Rio de Janeiro, que caminha exibindo a sua tornozeleira eletrônica, como condenado e governador cassado do Rio de Janeiro foi à CPI. Foi mas não falou nada. Pediu um habeas corpus preventivo para ficar em silêncio e na primeira pergunta para a qual não tinha uma resposta, FUGIU do plenário invocando o “seu direito de permanecer em silêncio”. É mole? (como diria o meu indefectível tio Antônio Lopes)

Mas o que interessa a TODOS, mas NINGUÉM se questiona é o que IMPORTA MESMO neste circo; esclarecer ao povo brasileiro, o que é esta doença, como está conduzindo esse gravíssimo problema o sistema de saúde brasileiro, mas principalmente o que nós – povo – devemos saber sobre tudo isso.

Na verdade, NINGUÉM SABE NADA a respeito do Covid. Há os que acreditam que foi um vírus criado em laboratório, na cidade de Wuhan na China. Aqueles que dizem que foram morcegos, cães, políticos, gatos, ratos, os que dizem que tratar-se de uma guerra proposta pelo Partido Comunista Chinês e até aqueles que não acreditam na doença. O que é UM ABSURDO porque todos nós já tivemos perdas irreparáveis de entes queridos, amigos, conhecidos... MORTES DE SERES HUMANOS.

Diante dessa PALHAÇADA toda e do LUTO OFICIAL PERMANENTE a que todos estamos submetidos, fico aqui imaginando como seria a CPI do fim do mundo:

O capeta estaria sendo julgado e investigada sua culpa REAL nos males da terra. Ninguém conhece nada, mas o Ministro do Supremo Tribunal Federal (que de supremo só tem o nome), diria:

- “Data máxima vênia (que quer dizer em português- com licença) neste colendo (outra palavrinha imbecil) tribunal, o Diabo sofreu uma intensa perseguição. Foi uma vítima da sociedade celeste, tanto que era um anjo. (depois de seis horas de um blá blá blá asqueroso) E assim conhecido como Anjo Caído. Ora, se caiu foi porque alguém o empurrou e não por escolha própria... Não há comprovação científica da sua culpa, então, nos resta absolver Lúcifer.”

Idiotice à parte é bom entender que quem mata é o vírus e não os partidos políticos que nada são, nada fazem, mas que reinam de forma celestial neste fim de mundo que se tornou o Brasil.

Vacina? Há os que defendem e até há quem critique.

Remédio? Há os que defendem e até os que criticam. Se valer uma opinião, lá vai a minha: Se estou me sentindo mal, é sinal que meu organismo não está funcionando bem... correto? Ou seja: - Se estou com febre peço um antitérmico. Se meu problema é dor, peço que meu médico me indique um analgésico. Eu quero é ME VIRAR e resolver meu problema.

Então, amigo, nesta CONFUSÃO o que vale é defender a nossa vida.

O resto é que se exploda. Entendam por resto, as questões secundárias como gosto político, partidário, esquerda, direita, centro... Se for um problema que aflige a nossa família e a nós, temos que ir à luta para buscar uma SOLUÇÃO.

Você pode ser PT, PSD, PSDB, PSOL, PSL, PCdoB, enfim o “P”que quiser. Só não pode ser vítima dessa peste e PRINCIPALMENTE uma vítima fatal.

Acorda Brasil! Reage Brasil. Afinal a gente só quer nossa vida de volta, nossa alegria de volta, nossa esperança de volta. E o que você decide? Ser um cretino que quer discutir política partidária ou alguém que poderá contar essa história aos seus filhos e netos?

Escolha o que quiser ser. Mas lembre-se: VOCÊ é o capitão do seu navio. O comandante da sua aeronave. O senhor ou senhora da sua vida.

Até a próxima semana.

As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do portal Balcão News.

LEIA TAMBÉM:

Quatro principais erros realizados durante o alongamento

O turbilhão atleticano, um quebra cabeça para Cuca

A guerra das vacinas

É um bom momento para comprar ações? Três formas de saber se uma ação está cara ou barata

O pré-natal masculino: a porta de entrada para a paternidade

A Taça das Taças: Conheça a Teku, Xodó do Cervejeiros