Barroso convida presidentes de todos os partidos para fiscalizar urnas

No início do mês, bolsonaristas ignoraram o primeiro grande evento de transparência do sistema de votação

Barroso convida presidentes de todos os partidos para fiscalizar urnas
Igo Estrela/Metrópoles

Coluna Guilherme Amado, Metrópoles

Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), enviou uma carta aos presidentes de todos os partidos do país para atuar na fiscalização do sistema eleitoral. O documento foi encaminhado no último dia 8. Quatro dias antes, partidos bolsonaristas ignoraram o primeiro grande evento de transparência do sistema eletrônico de votação no TSE.

No convite, Barroso escreveu que os códigos-fontes podem ser acessados na sede do TSE a qualquer momento até agosto de 2022, quando a corte comandará a lacração das urnas para a votação de outubro.

Em 31 de julho, Jair Bolsonaro distorceu fatos para atacar a urna eletrônica em uma live no Palácio da Alvorada. Depois disso, o presidente passou a ser alvo de dois inquéritos: o das fake news, no STF, e um administrativo, no TSE.

Em meio aos ataques de Bolsonaro, em setembro a Justiça Eleitoral criou uma Comissão de Transparência das Eleições, que conta com integrantes das Forças Armadas, PF, MPF, TCU, sociedade civil e especialistas em tecnologia.

O post Barroso convida presidentes de todos os partidos para fiscalizar urnas apareceu primeiro em Metrópoles.