Enfim, alvíssaras!

Enfim, alvíssaras!
Bruno Haddad/Cruzeiro

Ola, Nação Azul!

Alvíssaras nada mais são do que boas novas, coisa que o cruzeirense não sabia o que era há pelo menos dois anos. O primeiro indício de que as coisas melhorariam pelos lados da Toca da Raposa foi a suada vitória por 1x0 contra o Náutico, afinal não é todo dia que o time vence uma partida fora de casa com um gol de Thiago após uma falta extremamente bem cobrada por Eduardo Brock.

Após este fato nada corriqueiro, passamos a ter várias boas notícias como a presença de público para partida contra o Confiança e o pagamento da dívida com o Al Wahda pelo volante Denílson, débito esse que nos assombrava desde a perda dos seis pontos na Série B de 2020.

Para completar, a tão sonhada segunda vitória consecutiva veio e o técnico Vanderlei Luxemburgo chega a quinta partida sem um revés sequer. Embora não tenha feito uma partida de encher os olhos, a equipe azul estrelada, que dessa vez jogou com a linda camisa verde que remete às nossas origens italianas, dominou as ações e jogou o suficiente para vencer por 1x0.

Os grandes destaques do confronto foram o volante Adriano, o meia Giovanni e o atacante Wellington Nem que entrou no segundo tempo, bagunçando a defesa da equipe sergipana e sofrendo o pênalti convertido por Marcelo Moreno. 
Agora, os comandados do “Pofexô” terão nove dias de “folga” até a importante partida contra o CRB, segundo colocado na classificação geral. Espero, que assim como as últimas semanas, as “alvíssaras” continuem.

LEIA TAMBÉM:

Bacalhau a Lagareiro, uma ótima opção para os amantes desse peixe

Copo Weizen - A Beleza de Uma Taça Campeã

4 mitos e verdades sobre a FISIOTERAPIA

Coluna Alma Alvinegra: Ser atleticano é bom demais

O golpe já foi dado - Precisamos reagir

Alimentação saudável, crianças saudáveis!

Expectativa do torcedor na volta da torcida a arquibancada

Coluna Squadra Celeste: Os mesmos erros